2ª Peregrinação Mineira do Terço dos Homens ao Santuário da Piedade reúne milhares de devotos

Devotos de diversas cidades mineiras estiveram reunidos no sábado, 29 de agosto, para a 2ª Peregrinação Mineira do Terço dos Homens ao Santuário Nossa Senhora da Piedade, em Belo Horizonte (MG). Homens de todas as idades demonstraram sua fé durante procissão conduzida pelo pró-reitor do Santuário Nossa Senhora da Piedade, padre Carlos Antônio da Silva. À frente dos peregrinos, estavam as imagens de Nossa Senhora da Piedade e de São José.

Devotos de diversas cidades mineiras estiveram reunidos no sábado, 29 de agosto, para a 2ª Peregrinação Mineira do Terço dos Homens ao Santuário Nossa Senhora da Piedade, em Belo Horizonte (MG). Homens de todas as idades demonstraram sua fé durante procissão conduzida pelo pró-reitor do Santuário Nossa Senhora da Piedade, padre Carlos Antônio da Silva. À frente dos peregrinos, estavam as imagens de Nossa Senhora da Piedade e de São José.

Ao chegarem diante da Ermida da Padroeira, no fim da manhã, os presentes assistiram missa presidida pelo arcebispo metropolitano de Juiz de Fora (MG), dom Gil Antônio Moreira, que é responsável pelo acompanhamento do Terço dos Homens em todo o Brasil. 

Pouco antes da celebração, o arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo, se dirigiu aos fiéis lembrando que o movimento é “um sinal da força da fé, da importância da espiritualidade na vida de todos”. Segundo ele, “o Terço dos Homens é oportunidade para que muitos retomem o seu caminho, promova mais amor na família e na sociedade”. 

Lembrando que uma das virtudes de Nossa Senhora é a humildade, dom Gil agradeceu dom Walmor por, humildemente, confiar-lhe a missão de presidir a celebração eucarística. O arcebispo de Juiz de Fora citou São João Paulo II para dizer que no “Terço são contemplados os mistérios de Cristo, na companhia de Maria”, referência retomada posteriormente por dom Walmor durante a homilia. “Dom Gil citou João Paulo II para reforçar que o Terço é uma contemplação dos mistérios. Por isso, somos agradecidos a Deus pelo dom do Terço dos Homens”, celebrou dom Walmor.  

A partir da liturgia do dia, que retratou o martírio de João Batista, dom Walmor destacou que a peregrinação tem o objetivo de fortalecer a união de todos no coração da Mãe. “Assim, como João Batista, que tenhamos força para testemunhar a fé”, concluiu. 

Gerações

A peregrinação possibilitou o encontro de gerações diferentes movidas pela devoção à Maria. José Benedito Miranda, aposentado, e Wadson Miranda de Souza, de 12 anos, são respectivamente avô e neto, e participaram da segunda edição da peregrinação. “Aqui o ar é puro, o ambiente é saudável. Tudo contribui para os momentos de oração”, disse José, demonstrando felicidade ao ver o neto também participar do movimento. “Meu neto participa do grupo do Terço dos Homens de nossa paróquia e eu o incentivo”, contou. Wadson acrescentou que reza o terço também em casa. “Na oração a gente conversa com Deus”, afirmou. 

Avô e neto são da Paróquia Pai Misericordioso, bairro Paulo VI, em Belo Horizonte, e caminharam com milhares de devotos de Nossa Senhora, de diversas cidades mineiras, em procissão. 

Pouco antes da missa, os peregrinos Naelço Dias e Atacil do Nascimento, que integram o grupo do Terço dos Homens da Paróquia Beato Padre Eustáquio, conversavam sobre o crescimento do grupo de peregrinos da paróquia. “No ano passado, na 1ª Peregrinação, vieram 26 homens. Neste ano, compareceram 50. O Santuário é lugar para retiro, encontro com Deus. É um ambiente abençoado”, comentou Naelço Dias. “Levantei às três horas da manhã para estar aqui no Santuário e quero voltar mais vezes”, contou Atacil do Nascimento.

Com informações da arquidiocese de Belo Horizonte

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários

Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com a terceira pessoa. Campos obrigatórios marcados como * *

Share This