Nesta terça, 28 de maio, Papa Bento XVI completou quarenta anos de vida episcopal

Em 28 de maio de 1977, o então Pe. Joseph Ratzinger foi ordenado Bispo na Catedral de Munique (Alemanha) e completou, nesta terça-feira, 42 anos deste momento especial na vida do Papa Emérito Bento XVI.

Entre os principais consagrantes do novo Prelado estavam o Bispo de Wuzburg, Dom Josef Stangl, o Bispo de Regensburg, Dom Rudolf Graber, e o Bispo Auxiliar de Munique, Dom Ernst Tewes.

Naquele período, depois de 80 anos, a cátedra episcopal foi confiada novamente a um sacerdote da grande diocese bávara. No consistório do dia 27 de junho do mesmo ano, o futuro Papa Bento XVI foi criado cardeal por Paulo VI.

Joseph Ratzinger nasceu em Marktl am Inn, na Diocese de Passau (Alemanha), em 16 de abril de 1927. Entre as importantes missões que desempenhou a serviço da Igreja, destaca-se que, em 1962, participou do Concílio Vaticano II como consultor teológico do então Arcebispo de Colônia (Alemanha), Cardeal Joseph Frings.

Além disso, serviu durante muitos anos como Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, Presidente da Pontifícia Comissão Bíblica e da Pontifícia Comissão Teológica Internacional, assim como Decano do Colégio Cardinalício. Em 11 de fevereiro de 2013, anunciou sua renúncia ao pontificado, que entrou em vigor no dia 28 do mesmo mês. Atualmente, Joseph Ratzinger vive no mosteiro Mater Ecclesiae no Vaticano, onde se dedica à leitura e à oração.

O Sumo Pontífice Emérito apareceu várias vezes em público desde a sua renúncia em 2013.

Entre outros eventos, participou de dois consistórios para a criação de cardeais: em fevereiro 2014 e 2015. Além disso, concelebrou a Missa de canonização de São João XXIII e São João Paulo II em abril do mesmo ano e a beatificação do Papa Paulo VI em 19 de outubro de 2015.

Em fevereiro deste ano, Bento XVI enviou uma carta ao editor do jornal italiano “Il Corriere della Sera”, na qual manifestou: “Eu me comovi que tantos leitores de seu jornal desejam saber como estou transcorrendo este último período de minha vida. A esse respeito, posso dizer que, no lento declínio das forças físicas, interiormente estou em peregrinação para Casa”.

(Texto e foto: Agência ACIdigital)

Share This