A benção, o envio e o triunfo da humanidade

Dom Roberto Francisco Ferreria Paz
Bispo  de Campos (RJ)

 

Celebramos a Solenidade da Ascensão de Cristo, que exalta e glorifica o Ressuscitado à direita do Pai. O mistério da Ascensão, no entanto, não é mera subida ou apoteose de fama mundana. É o crucificado que, Ressuscitado, celebra a plena Vitória da vida na Casa do Pai, levando consigo a humanidade nova. Significa que o amor triunfa, o serviço humilde e Salvador da doação total na Cruz é enaltecido pelo Deus da Misericórdia.

Trata-se da plenitude do mistério pascal, que nos lembra e impulsiona a passar de situações onde a humanidade é espezinhada a situações de realização e inteireza. Jesus, longe de se afastar dos seus, permanece em comunhão e ao lado do Pai, como advogado e intercessor nosso nos acompanha até a parusia, isto é, o fim dos tempos. Jesus ascendente abençoa e nos empodera com a promessa e entrega do Espírito Santo, o Paráclito e Defensor, que nos guiará, recordará e guardará nos seus ensinamentos.

Para a humanidade é um grandioso sinal de esperança e consolação, porque o Senhor vai nos preparar as diversas moradas, e, ao mesmo tempo, a frágil e humilde humanidade é colocada num sitial de glória e esplendor nunca antes visto. Inicia-se a missão da Igreja, os apóstolos atônitos com a experiência da entrada de Cristo na glória do Pai, são convidados a partir para dar testemunho alegre do novo Reino.

Neste ano Nacional do Laicato, celebrar esta festa é retomar e chamar a responsabilidade para nós, de sermos hoje apóstolos cheios do Espírito, conscientes da grandiosa e magnífica tarefa de fazer ecoar, na nossa vida e na história, o Evangelho da esperança e da justiça amorosa, tornando-nos Luz do mundo, Sal da Terra e fermento transformador que faz crescer e levedar a desafiadora e preciosa massa da humanidade. Com os olhos fixos no horizonte do Reino, o coração voltado para os pobres e os pés na missão, continuemos a obra redentora da Páscoa do Senhor, certos da sua presença e memória que nos acompanha e encoraja. Deus seja louvado!

 

Share This