“A catequese não pode falhar na adesão e maturidade da fé do Cristão”, defende cardeal Odilo Cherer

Cardeal dom Odilo Scherer, arcebispo de São Paulo

Em artigo publicado no Portal da CNBB, o arcebispo de São Paulo, cardeal dom Odilo Cherer, reforça que a catequese é um aspecto fundamental da evangelização e não pode faltar em nenhuma paróquia ou comunidade cristã.

A catequese, em sua avaliação, possui diversos momentos, que vão do “primeiro anúncio”, ou querigma, ao aprofundamento do conhecimento e da adesão de fé, e deve levar à maturidade da fé, que se traduz na vida cristã coerente e na prática das virtudes e das bem-aventuranças. “A catequese continua ao longo de toda a vida e requer sempre novos aprofundamentos diante das situações e circunstâncias novas da vida”, defende.

Segundo o cardeal, a boa catequese não pode ater-se apenas ao conhecimento intelectual da fé e da religião, mas precisa ser orientada necessariamente à prática da vida cristã: “deve levar à oração, nas suas múltiplas formas; à vida moral coerente com os mandamentos de Deus e com os ensinamentos de Jesus; deve levar à prática das virtudes, à vida honesta e ao envolvimento social para a edificação do mundo “conforme Deus”.

Para o religioso, a catequese deve também levar à participação ativa e generosa na vida e na missão da comunidade cristã. “O caminho da catequese não pode deixar de ser um caminho paciente e perseverante de inserção na comunidade eclesial, onde os católicos se sentem como em sua casa e em sua família”, escreveu.

Para dom Odilo Scherer, a catequese não pode deixar de apresentar uma boa e correta visão da Igreja de Cristo, da qual os catequizandos também são parte e devem sentir-se participantes. “A catequese seria muito incompleta se não conseguisse transmitir também um amor sincero e filial à Igreja”, exorta.

Confira a íntegra de seu artigo: A Catequese não pode falhar

Share This