Angelus, 02 de setembro: Papa teme nova catástrofe humanitária na Síria e pede diálogo

O exército de Bashar al-Assad, com o apoio dos aliados iranianos e russos, está para lançar uma ofensiva na região de Idlib, praticamente o último reduto da oposição síria. A Rússia deslocou vários navios de guerra para a região para “exercitações” e dos quais poderá lançar ataques com mísseis no início da ofensiva.

Temendo uma nova crise humanitária, o Papa lançou um apelo à diplomacia e às negociações:

E isto causa dor. Sopram ainda ventos de guerra e chegam notícias inquietantes sobre os riscos de uma possível catástrofe humanitária na amada Síria, na Província de Idlib. Renovo meu premente apelo à comunidade internacional e a todos os protagonistas envolvidos para que usem os instrumentos da diplomacia, do diálogo e das negociações, em conformidade com o Direito Internacional Humanitário e para salvaguardar a vida dos civis”.

Share This