Dom Joel a colaboradores: “aqueles que constroem algo juntos, acabam se amando”

Na manhã da quarta-feira, 15 de maio, o novo secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Joel Portella, bispo auxiliar do Rio de Janeiro, teve a oportunidade de conhecer os colaboradores que atuam na sede da instituição, em Brasília (DF). A matriz conta hoje com um total de 70 colaboradores, e são com eles que o novo secretário-geral conviverá diariamente pelos próximos quatro anos, período de vigência do seu mandato. A reunião aconteceu na nova Sala de Coletivas do prédio-sede e também contou com a participação do agora ex-secretário-geral, dom Leonardo Steiner, bispo auxiliar de Brasília (DF) e do Subsecretário Adjunto de Pastoral, padre Marcus Barbosa.

Crédito: Daniel Flores/CNBB

Na ocasião, cada um dos colaboradores foi convidado por dom Leonardo a se apresentar para o novo secretário-geral e falar um pouco sobre sua vida pessoal e profissional. Aos poucos e em tom de brincadeira, todos foram se apresentando e várias risadas foram dadas ao longo do momento. Ao final, dom Leonardo assumiu a palavra e agradeceu a todos pela dedicação com a instituição. “Sempre que a gente precisou, todo mundo sempre esteve disposto a ajudar”, disse orgulhoso. Se dirigindo a dom Joel Portella, dom Leonardo fez questão de afirmar que existe um bom ambiente entre os colaboradores e que achava isso importante: “Esse será o seu time!”, frisou.

No mesmo instante, dom Joel Portella agradeceu a recepção, o carinho e acolhida de todos. Falou que sua primeira característica era guardar as feições, mas que tinha dificuldades em gravar nomes. “Algumas vezes vocês vão me ver olhando para o crachá de vocês, ou então quando o dito cujo estiver escondido eu vou perguntar isso até fevereiro de 2021, pois a vida me fez assim”, brincou. Na sequência, ele disse que ia precisar aprender com todos, deixando claro que não tinha medo de desafios. “Confio em Deus e também em cada irmão e irmã que juntos estamos trabalhando”, reiterou.

Dom Joel teve a oportunidade de também se apresentar na reunião e contar um pouco da sua história de vida a cada um dos presentes. O bispo disse que tinha perdido a mãe muito cedo, mas que tinha aprendido com ela que ‘aqueles que constroem algo juntos, acabam se amando’: “Todos os lugares por onde eu passei, muitas coisas construídas já não existem mais, mas os vínculos, os laços vocês sabem que continuam”, finalizou.

Crédito: Daniel Flores/CNBB

Mudança para o prédio-sede

Desde segunda, 13, os colaboradores da CNBB estão empenhados na mudança para o prédio-sede, localizado na L2 Sul, e que estava em reforma desde o ano passado. Alocados provisoriamente na Asa Norte, em um espaço que agora passará a ser do Centro Cultural Missionário (CCM), os colaboradores estão se adequando ao novo espaço e reorganizando seus setores. A ideia é que tudo esteja em pleno funcionamento até a próxima reunião do Conselho Episcopal Pastoral,  o Consep, que acontecerá nos dias 28 e 29 de maio.

 

Share This