Dom Carlos Alberto dos Santos é nomeado bispo de Itabuna (BA)

Renúncia apresentada por dom Czeslaw Stanula foi acolhida pelo papa Francisco

O papa Francisco aceitou o pedido de renúncia ao governo pastoral da diocese de Itabuna (BA) apresentado por dom Czeslaw Stanula. No mesmo ato, o pontífice nomeou como novo bispo diocesano, dom Carlos Alberto dos Santos, que atualmente é bispo da diocese de Teixeira de Freitas (BA).

Sergipano, 61 anos de idade, ordenado padre em 1983, em Tobias Barreto (SE), dom Carlos Alberto dos Santos foi nomeado bispo em 15 de junho de 2005 e ordenado em 26 de julho do mesmo ano, em Aracaju (SE).

Atividades

Dom Carlos Alberto cursou Filosofia em Lorena (SP) e Teologia no Instituto Salesiano Pio XI, em São Paulo (SP). Em sua trajetória antes do episcopado, já atuou como reitor do seminário provincial Nossa Senhora da Conceição, em Aracaju (SE). Também foi responsável pela Pastoral Vocacional da arquidiocese de Aracaju (SE), assim como já foi membro do Conselho Presbiteral, do Colégio de Consultores e assistente espiritual arquidiocesano do Apostolado da Oração. Seu lema episcopal é "Per Mariam ad eucharistiam".

Dom Stanula

O agora bispo emérito de Itabuna, dom Czeslaw Stanula, é polonês e já atuou em seu país, na Argentina e no Brasil, especialmente no estado da Bahia, onde exerceu boa parte de sua missão desde o sacerdócio nas missões populares. Dom Czeslaw foi bispo de Floresta (PE), entre 1989 e 1997; atuou como animador da Vida Consagrada no Regional Nordeste 2 da CNBB e foi membro da Comissão Episcopal de Pastoral no regional, onde também foi o responsável pela Família e pela Comunicação. No regional Nordeste 3, foi bispo referencial da Pastoral Familiar, dos Leigos e da Renovação Carismática. Dom Stanula também foi presidente do regional Nordeste 3 da CNBB.