Nota de pesar da CNBB pelo falecimento de dom Antonio Ribeiro de Oliveira

Dom Leonardo Steiner: "além do extenso projeto pastoral de grande alcance social, dom Antônio deve ser reconhecido por ter sido um exemplo de humanidade"

Em nome da presidência da CNBB, dom Leonardo Steiner enviou mensagem de pesar a dom Washington Cruz, arcebispo metropolitano de Goiânia (GO), pelo falecimento do arcebispo emérito, dom Antônio Ribeiro de Oliveira.

Na mensagem, dom Leonardo lembrou o lema episcopal de dom Antônio, "Para que todos sejam um" e considerou que esse versículo do Evangelho de São João (17,21) "além de sugerir a síntese de tudo o que ele quis para sua vida e missão, pode ser considerado também o seu legado".

 

Leia a Nota:

 

Nota de condolências da CNBB pelo falecimento de dom Antônio Ribeiro de Oliveira

 

 

 

Brasília 28 de fevereiro de 2017

 

Prezado Irmão, dom Washington Cruz.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), manifesta seu pesar pelo falecimento de dom Antônio Ribeiro de Oliveira, arcebispo emérito de Goiânia, ocorrido na tarde desta terça-feira, 28 de fevereiro.

Dom Antônio percorreu um longo itinerário de vida e de serviço à Igreja: ordenado padre com 23 anos, foi nomeado bispo com apenas 35 anos de idade. Ele teve a graça de participar da quarta sessão do Concílio Ecumênico Vaticano II. E, neste momento da sua partida, conforme testemunhos das duas Igrejas Particulares nas quais ele serviu em seu ministério episcopal (Diocese de Ipameri e arquidiocese de Goiânia, em Goiás), ouve-se que além de um extenso projeto pastoral de grande alcance social, dom Antônio deve ser reconhecido por ter sido um exemplo de humanidade, simplicidade e acolhimento.

O lema episcopal de Dom Antônio, retirado do evangelho de São João (17,21), além de sugerir a síntese de tudo o que ele quis para sua vida e missão, pode ser considerado também o seu legado: “Para que todos sejam um”. Nós acolhemos essa mensagem do Evangelho e de sua vida recordando a referência a Dom Antônio deixada por São João Paulo II por ocasião de uma celebração da Palavra realizada em Goiânia em 15 de outubro de 1991: “Quero agradecer o acolhimento do Arcebispo de Goiânia, Dom Antônio Ribeiro de Oliveira e de todos os bispos deste Estado. Que a Virgem Maria, a quem os goianos gostam de venerar como Nossa Senhora da Abadia, volte seu olhar para este povo querido, para seus pastores, para seus lares e seus trabalhos, dando a cada um sentir sempre os efeitos de sua proteção materna”.

Também nós, hoje, pedimos que Nossa Senhora conforte o senhor, os familiares de dom Antônio e todas as comunidades da Arquidiocese de Goiânia.

 

Em Cristo,

 

 

Dom Leonardo Steiner

Bispo Auxiliar de Brasília (DF)

Secretário-Geral da CNBB