Bispos do Centro-Oeste estudam Motu Proprio sobre o matrimônio

Durante a reunião do Conselho Episcopal Regional foram definidas ações para 2016

“O documento contém uma série de normas que modificam a vigente disciplina sobre nulidade matrimonial. Estudamos em atendimento ao pedido do papa de mais celeridade nos julgamentos das causas dessa natureza, no sentido de serem decididas com mais rapidez”, explicou o bispo auxiliar de Brasília (DF), dom Valdir Mamede, durante reunião do Conselho Episcopal Regional (Conser). O encontro foi realizado de 16 a 19 de novembro, na sede do regional, com reflexão da carta Motu Proprio do papa Francisco, intitulada “Mitis Iudex Dominus Iesus”.

O documento trata da reforma do processo canônico para as causas de declaração de nulidade no Código de Direito Canônico. As normas entrarão em vigor no próximo dia 8 de dezembro, início do Jubileu Extraordinário da Misericórdia.

Para o bispo de São Luís de Montes Belos (GO), dom Carmelo Scampa, o estudo do Motu Proprio trouxe importantes contribuições. “Foi esclarecedor para o nosso ministério, a aplicação das novas normas do papa para os processos de nulidade matrimonial”, disse.

Planejamento

Entre os temas debatidos pelo Conselho, esteve a missão da Igreja no regional Centro-Oeste. O presidente do regional, dom Messias dos Reis Silveira, destacou as atividades presentes do Plano de Pastoral.

“Os grandes norteadores da nossa caminhada pastoral nos próximos anos serão o Ano da Misericórdia (2016); o Ano Vocacional Mariano (2017); e o Ano da Família (2018). São essas marcas que queremos definir de tal forma que quem analisa o regional consiga nos identificar como uma Igreja que prioriza determinada realidade”, pontou dom Messias.

Ainda, na programação do encontro, os bispos conheceram as obras do novo Santuário Basílica do Divino Pai Eterno, em Trindade (GO).

CNBB com informações e foto do regional Centro-Oeste.

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários

Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com a terceira pessoa. Campos obrigatórios marcados como * *

Share This