Cáritas planeja ação emergencial nas regiões mais afetadas pelas chuvas

As fortes chuvas em Minas Gerais já afetaram 192 municípios, sendo que 137 decretaram situação de emergência, de acordo com o último boletim da Defesa Civil no estado. Diante desse cenário, do dia 13 a 16 de janeiro, a Cáritas Brasileira e o Regional Leste 2 da CNBB (Espírito Santo e Minas Gerais) irão visitar as regiões mais atingidas pelas chuvas. A visita tem o objetivo de assessorar as equipes das Cáritas Diocesanas na ação, além de montar um plano emergencial para ajudar as pessoas necessitadas.

Até agora os números da chuva são impressionantes e não param de subir. Já são 46.970 pessoas desalojadas, 3.145 desabrigadas, três desaparecidas, 119 feridas e 15 mortas, totalizando 2.905.383 pessoas afetadas pelas chuvas que assolam o estado e a região sudeste. Com isso, os assessores Márcio Camargo, da Cáritas Minas Gerais, e José Magalhães, da Cáritas Brasileira, se reuniram com os parceiros locais em Leopoldina, Governador Valadares e Belo Horizonte, entre eles, pastorais sociais, comunidades, defesa civil, assistência social e outros.

Márcio Camargo conta que a instituição está em contato com as Cáritas Diocesanas de Leopoldina, Governador Valadares e Itabira e com a arquidiocese de Belo Horizonte, para levantar as informações da situação nas dioceses e paróquias das regiões mais afetadas. “Estamos buscando informações de como está o cadastramento das famílias, os abrigos, a atuação do poder público, se existem equipes de trabalho, quais são elas. Queremos saber a demanda real e concreta, ou seja, o que estas pessoas estão precisando agora”, afirma.

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários

Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com a terceira pessoa. Campos obrigatórios marcados como * *

Share This