Cáritas RS: 50 anos a serviço da Vida

Bispo de Diamantino (MT)
Dom Canísio Klaus

A Cáritas é um organismo internacional que se alia à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Ocupa-se com a ação social da Igreja ao prestar apoio a diversas pastorais sociais. Tem por lema ser solidário é ser humano. Está ancorada na palavra de Jesus: “Nisto todos conhecerão que vocês são meus discípulos: no amor que tiverem uns aos outros” (Jo 13,35). Organiza-se em “redes”, partindo da Cáritas Internacional, passando pela Cáritas Brasileira e Cáritas Regional, e integrando a Cáritas das diversas dioceses e arquidioceses. Em 2011, ela completa 50 anos de atuação no Rio Grande do Sul.

A Cáritas tem como missão articular as iniciativas realizadas em vista da inserção das pessoas no processo social. Procura estar junto das pessoas e dos grupos socialmente excluídos, desenvolvendo com eles trabalhos que levem ao resgate da dignidade e da cidadania do ser humano, dimensões essenciais para que sua vida expresse a filiação divina: “Eu vim para que todos tenham vida e a tenham em abundância” (Jo 10,10).

Dentro das comemorações do jubileu de ouro da Cáritas RS, foi realizado o 6º Congresso com o tema “50 anos construindo solidariedade e cidadania”. O congresso aconteceu em Porto Alegre, nos dias 23 e 24 de julho, e contou com a participação de representantes das dioceses do Rio Grande do Sul, da secretária regional, Srª Loiva Mara de Oliveira Machado, o bispo referencial, Dom Canísio Klaus, todos os membros do secretariado estadual, representantes da Cáritas Nacional, assessores e convidados. Mensagens, palestras, celebrações, planejamento e visita às obras sociais da paróquia Nossa Senhora Aparecida de Restinga marcaram as comemorações. O ponto alto foi a missa de ação de graças seguida de um jantar de confraternização. As festividades terão continuidade nos dias 9 a 13 de novembro, quando a Cáritas Nacional realizará sua 18ª Assembleia na cidade de Passo Fundo RS.

Em Santa Cruz do Sul, a Cáritas leva o nome de Ação Social Diocesana (ASDISC). Sob seu guarda-chuva estão a serviço da caridade e as pastorais da terra, aids, saúde, carcerária, criança, menor, idoso, ecológica, do negro e da juventude rural. Estão também sob a coordenação administrativa da ASDISC os colégios Nossa Senhora da Medianeira de Candelária e Anchieta de Vera Cruz, bem como o Fundo Diocesano de Solidariedade.

Organizar a Cáritas em todas as paróquias é um dos desafios a serem enfrentados na Diocese de Santa Cruz do Sul. Sem esta organização falta uma das três dimensões essenciais da vida da Igreja, que são: o anúncio da Palavra de Deus, a celebração da Eucaristia e a prática da Caridade. Oxalá, as comemorações dos 50 anos da Cáritas RS inspirem as paróquias a se mobilizarem neste sentido.

Para concluir, cito um ditado africano que explicita a prática da Cáritas: “Muita gente pequena, em muitos lugares pequenos, fazendo coisas pequenas, transformarão a face da terra”. Organizemos pequenas ações caritativas em nossas comunidades e paróquias, e muitas pessoas terão melhores condições de vida na Diocese.

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários

Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com a terceira pessoa. Campos obrigatórios marcados como * *

Share This