Carta à Diocese de Ipameri

Queridos irmãos e Irmãs em Cristo!

Deus nos concede mais uma vez a graça de celebrar a quaresma. A Quaresma é um tempo propício onde podemos experimentar de forma mais intensa o amor misericordioso de Deus por nós e por toda a humanidade.

Por muito tempo cultivou-se um pensamento um tanto equivocado sobre a Quaresma. Pensava-se que fosse um tempo de tristeza, sofrimento e onde quase tudo era proibido. Era um pensamento negativo. Graças a Deus e a reforma que a Igreja realizou por meio do Concílio Ecumênico Vaticano II, buscou-se a origem da quaresma e aí se encontra um caminho de converção e de graça.

A quaresma não tem um fim em si mesmo. Ela aponta para o mistério pascal. Quero, portanto, desde hoje convidar a todos e todas para entrarem neste caminho de graça e conversão para podermos ressurgir como criaturas novas na ressurreição do senhor.

Desde já planejem sua vida e a de suas famílias para celebrar, em comunidade, toda a semana santa que culmina na páscoa do senhor.

A Igreja, no Brasil, há mais de quarenta anos vive a quaresma celebrando a campanha da fraternidade. A cada ano nos é proposto um tema de urgência e que tem a ver diretamente com os pecados  pessoais e sociais que ferem as pessoas como filhos e filhas de Deus.

Chamamos neste ano, representantes de todas as Paróquias, Quase Paróquias e Distritos da Diocese para a abertura oficial diocesana da Quaresma e Lançamento da Campanha da Fraternidade, por duas razões especiais:

1º – A Páscoa é o Centro de nossa fé cristã e de toda a nossa liturgia e é por isso que desde os primórdios tem um tempo especial de preparação que chamamos “quaresma”. Nenhuma festa religiosa pode ter brilho e celebração mais destacada e jubilosa que a Páscoa e assim nenhuma festa pode também ser preparada com mais carinho, empenho e dedicação. Tudo o que se faz durante o ano na Diocese, na Paróquia ou Pequena Comunidade Eclesial gira em torno do que celebramos na Páscoa.

2º – O tema da Campanha da Fraternidade deste ano de 2009: Fraternidade e Segurança Pública e o Lema: “A Paz é Fruto da Justiça” são de uma importância ímpar. Certamente nada atinge tanto o ser humano nos dias atuais como o tema e lema desta Campanha da Fraternidade.

Fizemos questão que este lançamento fosse realizado hoje aqui na Catedral em nível Diocesano, para dizer que todos, indistintamente todos, individual e comunitariamente somos convocados a empreender nossos esforços para realizar a melhor Quaresma e Campanha da Fraternidade que já realizamos em nossa Diocese. Nenhuma pessoa, nenhuma Paróquia ou Comunidade pode se abster de participar.

Como cristãos, somos CHAMADOS pelo próprio Cristo a construir um mundo novo, um mundo de paz e vida plena e isto só será possível mediante a prática da justiça.

Por fim quero ainda pedir que atendamos aos apelos da CNBB e não restrinjamos a Campanha da Fraternidade à Quaresma, mas que implementemos ações permanentes que verdadeiramente traduzam em prática novas e transformadoras a fé que professamos e celebramos e assim, caminhemos como ressuscitados em busca da vida plena em Cristo.

Desejo a todos e todas uma feliz e santa caminhada quaresmal e até a Páscoa do Senhor.

Ipameri, 25 de fevereiro de 2009.

Dom Guilherme Antonio Werlang

Artigos similares

Pentecostes

01/06/2009

Pentecostes

03/06/2019

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários

Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com a terceira pessoa. Campos obrigatórios marcados como * *

Share This