Carta à Diocese de Ipameri

Queridos irmãos e Irmãs em Cristo!

Deus nos concede mais uma vez a graça de celebrar a quaresma. A Quaresma é um tempo propício onde podemos experimentar de forma mais intensa o amor misericordioso de Deus por nós e por toda a humanidade.

Por muito tempo cultivou-se um pensamento um tanto equivocado sobre a Quaresma. Pensava-se que fosse um tempo de tristeza, sofrimento e onde quase tudo era proibido. Era um pensamento negativo. Graças a Deus e a reforma que a Igreja realizou por meio do Concílio Ecumênico Vaticano II, buscou-se a origem da quaresma e aí se encontra um caminho de converção e de graça.

A quaresma não tem um fim em si mesmo. Ela aponta para o mistério pascal. Quero, portanto, desde hoje convidar a todos e todas para entrarem neste caminho de graça e conversão para podermos ressurgir como criaturas novas na ressurreição do senhor.

Desde já planejem sua vida e a de suas famílias para celebrar, em comunidade, toda a semana santa que culmina na páscoa do senhor.

A Igreja, no Brasil, há mais de quarenta anos vive a quaresma celebrando a campanha da fraternidade. A cada ano nos é proposto um tema de urgência e que tem a ver diretamente com os pecados  pessoais e sociais que ferem as pessoas como filhos e filhas de Deus.

Chamamos neste ano, representantes de todas as Paróquias, Quase Paróquias e Distritos da Diocese para a abertura oficial diocesana da Quaresma e Lançamento da Campanha da Fraternidade, por duas razões especiais:

1º – A Páscoa é o Centro de nossa fé cristã e de toda a nossa liturgia e é por isso que desde os primórdios tem um tempo especial de preparação que chamamos “quaresma”. Nenhuma festa religiosa pode ter brilho e celebração mais destacada e jubilosa que a Páscoa e assim nenhuma festa pode também ser preparada com mais carinho, empenho e dedicação. Tudo o que se faz durante o ano na Diocese, na Paróquia ou Pequena Comunidade Eclesial gira em torno do que celebramos na Páscoa.

2º – O tema da Campanha da Fraternidade deste ano de 2009: Fraternidade e Segurança Pública e o Lema: “A Paz é Fruto da Justiça” são de uma importância ímpar. Certamente nada atinge tanto o ser humano nos dias atuais como o tema e lema desta Campanha da Fraternidade.

Fizemos questão que este lançamento fosse realizado hoje aqui na Catedral em nível Diocesano, para dizer que todos, indistintamente todos, individual e comunitariamente somos convocados a empreender nossos esforços para realizar a melhor Quaresma e Campanha da Fraternidade que já realizamos em nossa Diocese. Nenhuma pessoa, nenhuma Paróquia ou Comunidade pode se abster de participar.

Como cristãos, somos CHAMADOS pelo próprio Cristo a construir um mundo novo, um mundo de paz e vida plena e isto só será possível mediante a prática da justiça.

Por fim quero ainda pedir que atendamos aos apelos da CNBB e não restrinjamos a Campanha da Fraternidade à Quaresma, mas que implementemos ações permanentes que verdadeiramente traduzam em prática novas e transformadoras a fé que professamos e celebramos e assim, caminhemos como ressuscitados em busca da vida plena em Cristo.

Desejo a todos e todas uma feliz e santa caminhada quaresmal e até a Páscoa do Senhor.

Ipameri, 25 de fevereiro de 2009.

Dom Guilherme Antonio Werlang

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários

Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com a terceira pessoa. Campos obrigatórios marcados como * *

Share This