CNBB estreia coluna no jornal “Notícias em trinta” da Rádio Aparecida

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) amplia sua participação nos meios de comunicação e estreia na Rádio Aparecida. Toda quarta-feira, às 7h15, o jornal matutino “Notícias em trinta”, que traz as principais notícias do Brasil e do mundo vai contar com uma coluna fixa com os principais destaques das atividades e ações dos bispos da CNBB.

A participação ao vivo será feita pelos jornalistas da equipe de assessoria de imprensa da Conferência de forma direta e descontraída. Semanalmente, os ouvintes terão informações relevantes sobre às atividades do episcopado brasileiro.

O assessor de imprensa da CNBB, padre Rafael Vieira, ressalta que: “Nosso trabalho na assessoria de imprensa tem obedecido um planejamento estratégico de comunicação no qual o Rádio tem grande importância. Reconhecemos que a força das emissoras é enorme, sobretudo no interior do País, e, por isso, esse novo passo é de grande importância para nós”.

A participação regular da CNBB no radiojornal da Rede Aparecida é motivo de alegria para nossa equipe e concretiza a nossa intenção de levar a um número maior de pessoas as palavras e as ações dos nossos bispos em favor da evangelização e do Brasil”.

Divulgação

A Rádio Aparecida pode ser sintonizada em 104,3 FM ou 820 AM, ondas curtas e ondas tropicais. Os ouvintes também podem acompanhar a programação da rádio pela internet no Portal A12.com, no celular e tablets pelo aplicativo da Rádio Aparecida, que está disponível gratuitamente nas plataformas Android ou iOS.

Jornal “Notícias em Trinta”

Diariamente de 7h às 7h30, ao vivo pata todo o Brasil, Estéfani Braz e Carolina Barros comandam o “Notícias em Trinta”. O noticiário matutino, que tem edição de jornalismo de André Costa, traz as principais notícias do Brasil e do mundo com uma linguagem renovada e a colaboração de repórteres das rádios parceiras.

História da Rádio Aparecida

A história da Rádio Aparecida começou em 1935, quando os Missionários Redentoristas perceberam a importância do rádio como meio de comunicação importante ao serviço pastoral. A ideia foi amadurecida até a geração da emissora no dia 8 de setembro de 1951 com o objetivo de anunciar o Evangelho de Cristo através das ondas radiofônicas. Desde o início, a Rádio Aparecida ofereceu uma programação com formação cristã, músicas de qualidade, informação e prestação de serviço com verdade e responsabilidade.

Ouça aqui o Podcast da coluna CNBB no Rádio

Share This