Coletiva de Imprensa desta quinta-feira

Nesta quinta-feira, 19, segundo dia da 50ª Assembleia Geral dos Bispos da CNBB, haverá também a segunda coletiva de imprensa desta Assembleia Geral. Os bispos presentes serão o ex-presidente da CNBB e arcebispo de Mariana (MG), dom Geraldo Lyrio Rocha, atual delegado da CNBB junto ao Conselho Episcopal Latino-Americano (CELAM). Também estarão presentes o arcebispo de Salvador (BA), dom Murilo Sebastião Ramos Krieger e dom Armando Bucciol, bispo de Livramento de Nossa Senhora (BA).

Dom Geraldo Lyrio Rocha

Dom Geraldo Lyrio é capixaba de Fundão. Estudou Filosofia no Seminário Coração Eucarístico de Jesus, em Belo Horizonte e Teologia na Pontifícia Universidade Gregoriana, em Roma. Fez mestrado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Santo Tomás de Aquino, em Roma. Especializou-se em Liturgia, pelo Pontifício Instituto Santo Anselmo, também em Roma. Ordenou-se padre no dia 15 de agosto de 1967, em sua cidade natal. Foi bispo auxiliar de Vitória (1984-1990); Vice-presidente do Regional Leste 2 da CNBB; Delegado à Assembléia Especial do Sínodo dos Bispos para a América por eleição da Assembléia da CNBB e confirmado pelo papa João Paulo II (1997); Primeiro bispo de Colatina, Espírito Santo (1990-2002); Primeiro arcebispo metropolitano de Vitória da Conquista (BA) (2002 – 2007); Vice-presidente do CELAM (2003-2007), ex-presidente da CNBB e atual delegado da CNBB junto ao CELAM.

Dom Murilo Sebastião Ramos Krieger

Dom Murilo Krieger é catarinense de Brusque. Estudou Filosofia em Brusque (1964 a 1965) e Teologia no Instituto Teológico Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus, em Taubaté (SP) (1966 a 1969). Frequentou cursos de espiritualidade em Universidades Pontifícias de Roma, em 1980. Após um ano de noviciado, ingressou na Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus, professando os votos religiosos a 2 de fevereiro de 1964. A 7 de dezembro de 1969 foi ordenado sacerdote em Brusque, Santa Catarina. Em 1985, o papa João Paulo II o nomeou bispo auxiliar de Florianópolis (SC), tendo sido ordenado bispo em sua cidade natal, no dia 28 de abril de 1985. Em 1991 foi nomeado bispo de Ponta Grossa (PR). Em 1997 o Papa João Paulo II o nomeou arcebispo de Maringá e em 2002, tornou-se arcebispo de Florianópolis. Aos 12 de janeiro de 2011, o papa Bento XVI o nomeou arcebispo de São Salvador da Bahia. Atualmente membro da Comissão Episcopal Pastoral para a Doutrina da Fé e Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Campanha para a Evangelização da CNBB.

Dom Armando Bucciol

Armando Bucciol nasceu em Villanova de Motta de Livenza (Província de Treviso – Itália), Em 1960, entrou no Seminário diocesano de Vittorio Veneto, onde cursou o 2º grau, Filosofia e Teologia. Foi ordenado sacerdote aos 12 de setembro de 1971, na diocese de Vittorio Veneto. Depois da ordenação, cursou Teologia Pastoral e especializou-se como professor de Ensino Religioso em Perdenone (1973-1975). De 1977 a 1979 estudou Liturgia Pastoral, no Mosteiro Beneditino Santa Justina, em Pádua. Fez o curso de Doutorado na faculdade de Santo Anselmo, em Roma (1979-1980), e, em Pádua, concluiu (1982) com a licenciatura (1993) Doutorado em Sagrada Teologia, com especialização em Liturgia Pastoral. Participou do curso de preparação para missionário no CUM em Verona (Itália) e de inculturação no CENFI, em Brasília. Em 1991 veio ao Brasil como Fidei Donum, atuando na diocese de Caetité (BA), Riacho de Santana (BA), Matina (BA) e Licínio de Almeida (BA). Atualmente é presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Liturgia da CNBB.

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários

Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com a terceira pessoa. Campos obrigatórios marcados como * *

Share This