Começa a Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente

Uma cidade onde as crianças e adolescentes são respeitados, têm escola e saúde garantidas e não  precisam trabalhar para sobreviver. O sonho está longe da realidade para a maioria das famílias brasileiras, mas será verdade para 600 jovens até a próxima quinta-feira, 10. Meninos e meninas de todo o país estão reunidos em Brasília, desde hoje, 8, para a 8ª Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente. O evento se realiza no Centro de Convenções Ulysses Guimarães.

Uma casa falante recebe o público logo na entrada e explica o que o visitante vai encontrar. Em seguida, há uma escola preparada para receber portadores de necessidades especiais. Cadeiras de roda e piso que orienta o deficiente visual mostram que é possível dar acessibilidade à sala de aula. Nesse ambiente, as crianças poderão escrever mensagens, que serão usadas para montar a Árvore dos Direitos. Até o fim da semana, o painel branco será coberto por desenhos e palavras pintados por meninos e meninas.

Ao caminhar pelas ruas de mentira, a criança conhecerá o papel de órgãos que fazem parte das cidades reais. Os visitantes aprenderão o que fazem o Ministério Público, os conselhos tutelares, as delegacias, a Defensoria Pública e a Vara Especializada da Infância e da Juventude. Uma lan house está disponível para demonstrar o uso consciente da internet. No Espaço Educomunicação, serão realizadas oficinas de rádio e televisão, ensinando as crianças a produzir conteúdo por conta própria.

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários

Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com a terceira pessoa. Campos obrigatórios marcados como * *

Share This