Comissão realiza seminário da ação evangelizadora no âmbito educacional

Os setores Educação e Universidades da Comissão Episcopal Pastoral para Cultura e Educação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) estiveram reunidos, de 08 a 10 de fevereiro, em Brasília, para dois eventos. O II Seminário da ação evangelizadora no âmbito educacional da Igreja no Brasil e um encontro de colaboradores dos dois setores.

A sinodalidade do pontificado do papa Francisco também esteve presente no encontro. O encontro foi encerado com um aprofundamento sobre as novas Diretrizes Gerais para Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE) para o quadriênio 2019-2022 será o tema central da 57ª Assembleia Geral da CNBB, que vai acontecer de 01 a 10 de maio, em Aparecida, São Paulo.

Foto: Divulgação

Para o arcebispo de Montes Claros (MG) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para Cultura e Educação CNBB, dom João Justino de Medeiros, os dois encontros foram frutíferos.

“Houve excelente interação entre os setores educação e universidades, apontando caminhos de trabalho comum também nos regionais e dioceses. Evidenciou-se o empenho dos participantes em diferentes projetos a favor de uma ação evangelizadora no marco da eclesiologia missionária, tão incentivada pelo Papa Francisco. O saldo dos trabalhos é altamente positivo, mesmo sabendo que há muita estrada para percorrermos”, ressalta.

Na reunião do Setor Universidades, o grupo fez um aprofundamento do novo documento de estudo da CNBB: “Setor Universidades: identidade e missão“, que será lançado na Assembleia Geral da CNBB, a atualização dos projetos, apresentação do calendário 2019 e a reorganização do setor.

Já no primeiro encontro do Setor Educação, foram abordados diversos aspectos relacionados à educação, a necessidade de reorganização da estrutura do setor e uma apresentação de como funciona o trabalho do setor universidades em nível nacional.

Segundo o assessor do Setor de Educação, padre Eduardo Rocha, este encontro foi muito importante para o setor.

“Neste final de semana tivemos a oportunidade de avaliar o caminho feito e repensar estratégias para avançar na formação e articulação da Pastoral da Educação nos regionais da CNBB. Sabemos a importância da educação e sua capacidade de transformação de uma sociedade. A Igreja sempre prestou grande serviço à educação. Seguiremos esta missão atentos aos novos tempos e colaborando com tudo o que já acontece no Brasil em favor de uma educação humanizadora para todos”, destaca.

A Comissão para a Cultura e Educação é uma dentre as 12 Comissões Episcopais Pastorais CNBB e tem a missão de evangelizar no mundo da cultura e da educação no país. O trabalho é dividido em quatro áreas de atuação, educação, cultura, universidades e o ensino religioso e em cada um desses setores a principal atividade é a articulação.

Share This