Comissão para o Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso busca se fortalecer

Ocorreu, dia 12/3, na catedral metropolitana de Porto Alegre (RS), a reunião da Comissão Regional de Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso (CREDEIR) da CNBB Sul III. Na abertura do encontro, dom Hélio Adelar Rubert, bispo referencial em ecumenismo, do Rio Grande do Sul, saudou e acolheu a todos os presentes e em sintonia com a Campanha da Fraternidade de 2019, a qual nos motiva a ser construtores de uma sociedade humana e solidária, com o tema “Fraternidade e Políticas Públicas”.

O padre Marcus Guimarães partilhou a caminhada da Comissão Episcopal de Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso, contextualizando os trabalhos realizados a nível nacional. Dom Francisco Biasin, presidente da Comissão Episcopal, partilhou sobre os atuais caminhos do ecumenismo, como o exemplo atual e profético do pontificado do papa Francisco que nos desafia “a exercer o dom do diálogo” que ocorre na convivência fraterna e contínua. Segundo ele, o milagre do Espírito não se faz no fim, mas no percurso do caminho, no agir quando se deixa conduzir pela ação do Espírito.

No encontro, foi realizada a apresentação da caminhada regional nos anos de 2012 a 2019 por Edoarda Scherer que destacou desafios presentes na realidade do CREDEIR da CNBB Sul III, salientando a necessidade do mapeamento das atividades e retomadas periódicas de encontro e convivência.

As dioceses de Caxias do Sul, Montenegro, Osório, Santa Cruz e Arquidiocese de Santa Maria apresentaram suas trajetórias. Também participaram do encontro, os parceiros ecumênicos presentes Escola Superior de Teologia e Espiritualidade Franciscana (ESTEF), Instituto Humanitas/Unisinos, Movimento Focolares, Comissão das Pastorais Sociais e Fórum Inter-religioso.

Em continuidade à rearticulação da Comissão Regional ficou prevista a próxima reunião da equipe em outubro na ESTEF, ocasião quem se celebra os 800 anos do encontro entre São Francisco de Assis e o Sultão Al-Malik Al-Kamil.

Com informações de Edoarda Scherer
Share This