Conferência Episcopal Venezuelana pede ao Presidente da República a retirada da convocação para Constituinte

Arcebispos e bispos da Venezuela, no dia 8 de julho, sábado, durante a 108ª Assembleia Ordinária Plenária da Conferência Episcopal Venezuelana, enviaram carta ao Presidente da República, Nicolás Maduro, na qual solicitam, entre outras coisas, o reconhecimento da autonomia dos poderes públicos e anule a convocação de uma Assembleia Nacional Constituinte.

Alguns pedidos dos bispos:”Estamos convencidos que se o senhor quer resolver a grave crise de escassez alimentícia, de remédios, e de insegurança que está causando incontáveis vítimas, particularmente, entre as as crianças e idosos em todo o território nacional; assim como devolver à Venezuela sua plena institucionalidade democrática, contemplada na atual Constituição Nacional é urgente: 1) reconhecer a autonomia de todos os poderes públicos e trabalhar conjuntamente com eles, particularmente com a Assembleia Nacional e a Procuradoria Geral da República. 2) Retirar a convocação de uma Assembleia Nacional Constituinte. 3) Assumir e implementar os acordos que foram feitos na primeira rodada de diálogo com a oposição“.

Os bispos, no final da carta, reafirmam: “Queremos, senhor Presidente, manifestar novamente nossa disposição de nos colocar a serviço do encontro e da reconciliação entre todos os venezuelano, pelo caminho que assinala o Papa Francisco“. Antes, eles fizeram uma citação de uma palavra do Papa na qual o Papa apela para que “busquem soluções negociadas para a grande crise humanitária, social, política e econômica que está esgotando os recursos da população“.

A íntegra da Carta, em espanhol, encontra-se no site oficial da Conferência Episcopal da Venezuela

www.cev.org.ve/index.php/noticias

Share This