Conheça a nova composição da Comissão para Ação Missionária e Cooperação Intereclesial

Para o próximo quadriênio 2019-2020, a Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) contará além de seu presidente dom Odelir José Magri, bispo de Chapecó (SC) com três bispos e dois assessores entre os quais a religiosa irmã Comboniana, Sandra Regina Amado.

Presidente:
Dom Odelir José Magri, bispo de Chapecó (SC)
Ele assumiu o ministério episcopal na diocese de Chapecó no dia 01 de fevereiro de 2015, sendo nomeado em 03 de dezembro de 2014 pelo papa Francisco. Foi transferido da diocese de Sobral, no Ceará, onde atuava desde o ano de 2010. Nasceu no dia 18 de abril de 1963, no município de Campo Erê. Ali foi ordenado padre pelos Missionários Combonianos do Coração de Jesus (mccj), no dia 17 de abril de 1992. Foi nomeado Bispo de Sobral (CE) pelo papa Emérito Bento XVI, e ordenado em 12 de dezembro de 2010, quando também assumiu o pastoreio daquela Diocese.

Bispos referenciais:
Dom José Altevir da Silva, bispo de Cametá (PA)
O Papa Francisco nomeou na manhã desta quarta-feira (27) o novo bispo da Diocese de Cametá, no nordeste do Pará. Dom José Altevir da Silva, de 57 anos, é o bispo da diocese de Cametá (PA). Nascido no dia 30 de setembro de 1962, em de Guajará (AM), iniciou a caminhada com os missionários espiritanos em 1980, sendo o primeiro seminarista em Cruzeiro do Sul (AC). Fez os votos perpétuos na Congregação do Espírito Santo, em 1989, em São Paulo. Fez estágio missionário na Nigéria, West Africa, por um período de dois anos.

Dom Adilson Pedro Busin, bispo auxiliar de Porto Alegre (RS)
Ele nasceu em Sarandi (RS) em 20 de maio de 1965. Ingressou em 1979 no seminário da Congregação dos Missionários de São Carlos – Scalabrinianos. Foi ordenado presbítero em 9 de janeiro de 1993 e enviado ao Paraguay como animador vocacional e orientador espiritual no Seminário Nossa Senhora de Caacupe, em Ciudad del Este. Do Paraguay foi para Roma, onde fez mestrado em Ciências da Educação na Universidade Pontifícia Salesiana. Exerceu diferentes funções na congregação no Brasil e também nos Estados Unidos até ser nomeado como bispo auxiliar da Arquidiocese de Porto Alegre pelo Papa Francisco em 2016. A ordenação episcopal ocorreu em 30 de abril do mesmo ano, presidida pelo bispo da diocese de Caxias do Sul, dom Alessandro Carmelo Ruffinoni.

Dom Giovanni Crippa, bispo de Estância (BA)
Ele é natural de Milão, Itália. Em 1981, emitiu os primeiros votos no Instituto Missões Consolata e foi ordenado padre no dia 14 de setembro de 1985. Na Itália, dom Giovanni foi animador missionário e vocacional, professor na Faculdade de Missiologia da Pontifícia Universidade Urbaniana (Roma) e membro da equipe de coordenação do Departamento Histórico do Instituto Missões Consolata. Em 2001 chegou ao Brasil, na arquidiocese de Feira de Santana (BA). Em 21 de março de 2012, o papa Bento XVI o nomeou bispo auxiliar da arquidiocese de Salvador. Em maio do mesmo ano, recebeu a ordenação episcopal. Em setembro do ano passado, foi nomeado pelo papa Francisco administrador apostólico de Estância.

Assessores:
Irmã Sandra Regina Amado – Comboniana
Padre Daniel Luz Rochetti – RJ

Share This