CPI do Tráfico de Pessoas tem audiência pública marcada para hoje

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Tráfico de Pessoas no Brasil realiza hoje, 26 de junho, audiência pública para ouvir representantes da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), do Ministério do Trabalho e Emprego, e da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República.

Segundo o presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito, deputado Arnaldo Jordy (PPS-PA), a irmã Henriqueta Cavalcante, coordenadora da Comissão de Justiça e Paz (CJP) do Regional Norte 2 da CNBB (Amapá e Pará), foi convidada porque contribuiu para os trabalhos da CPI da Pedofilia da Assembleia Legislativa do Pará e por causa do trabalho desenvolvido encontra-se jurada de morte.

Para a deputada Janete Capiberibe (PSB-AP), que requisitou a realização da audiência, o “tráfico de pessoas é causa e consequência da violação dos direitos humanos, é uma ofensa, porque explora a pessoa humana, e degrada sua dignidade, limitando o direito de ir e vir”.

Além da irmã Henriqueta Cavalcante, foram convidados a secretária de Inspeção do Trabalho do Ministério do Trabalho e Emprego, Vera Lúcia Ribeiro de Albuquerque; o coordenador-geral da Comissão de Erradicação do Trabalho Escravo, da Secretaria de Direitos Humanos-PR, José Armando Fraga Diniz Guerra.

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários

Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com a terceira pessoa. Campos obrigatórios marcados como * *

Share This