Cristo Glorificado nos envia a anunciar o Reino

Dom Roberto Francisco Ferreria Paz
Bispo de Campos (RJ)

    Na culminância do tempo Pascal, celebramos a Solenidade da Ascensão de Jesus para a plena comunhão junto do Pai. Somos elevados, com Ele, a um patamar de glória impensável, a nossa condição humana ganha assim uma dignidade, e um esplendor, que refulge a divindade. Mas, esta festa, também é o início da grandiosa missão de ensinar aos povos e nações o caminho do Reino.

Trata-se de fazer passar as pessoas, de situações menos humanas, à mais plenas junto com a filiação divina. Jesus, nosso Irmão, torna-se advogado, intercessor e sacerdote da humanidade, para restaurá-la na vitória do projeto do Pai. O céu, mais que um lugar, é um estado de felicidade completa, de comunhão e posse da visão do rosto de Deus. Rompemos todas as barreiras, e limitações, que nos aprisionavam e dividiam, para formarmos uma só família, onde somos unidos a todos no coração da Trindade.

A ascensão, como mistério de amor e solidariedade, nos lembra que ninguém se salva sozinho, que no seguimento de Cristo somos chamados a santificar e elevar na graça a nossos irmãos oprimidos pelos pecados pessoais, e as estruturas de morte que condenam a muitos à fome, à violência e destruição. A vida toda, e a criação inteira, são restauradas por Cristo, sendo recapitulada pelo Novo Adão a uma harmonia e comunhão de todas as criaturas na plenitude e perfeição.

Toda a liturgia reaviva nossa esperança e se torna portadora de sentido e encanto para despertar em toda humanidade o desejo de infinito e da beleza incriada e pura do Deus das misericórdias. Ao mesmo tempo, esta Solenidade festeja, no dia mundial das comunicações sociais, a vocação de evoluirmos das redes sociais com suas ambiguidades e desafios (mensagem deste ano do Papa Francisco) para a comunhão e participação da Santíssima Trindade, nossa morada no céu e a meta final de nossa caminhada. Deus seja louvado!

 

Share This