Diocese de Criciúma refletiu sobre o Tráfico Humano na Semana Santa

“Pela Campanha da Fraternidade, somos convocados a ser presença de luz na sociedade. Temos que crescer na liberdade, servindo com amor e generosidade nossas comunidades. Usar o ser humano como objeto e fonte de lucro é escravidão”, disse o bispo da diocese de Criciúma (SC), dom Jacinto Inacio Flach, durante a Missa do Crisma, que reuniu 2 mil fiéis, no dia 16 de abril.

A celebração, presidida por dom Jacinto, foi concelebrada por mais de 50 padres diocesanos e religiosos.

No início de sua homilia, o bispo diocesano agradeceu a acolhida da paróquia de Turvo e a representação das demais paróquias e comunidades presentes. “Que nas nossas comunidades, a vida possa se manifestar, ser promovida e defendida, mesmo quando a sociedade quer colocar túmulos no meio de nós. Que tenhamos um coração aberto e acolhedor para com os pobres e sofredores”, acrescentou o bispo.

 

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários

Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com a terceira pessoa. Campos obrigatórios marcados como * *

Share This