Diocese de Santo André vivencia visitas pastorais missionárias

Regiões pastorais contam com programação desde fevereiro

Motivada pelas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE), pelo Documento de Aparecida e por seu 7º Plano de Pastoral, a diocese de Santo André (SP) realiza em 2016 uma série de Visitas Pastorais Missionárias nas diversas regiões que compõem a Igreja Particular. Desde fevereiro, o bispo local, dom Pedro Carlos Cipollini, foi a seis de oito regiões pastorais. Em outubro, será a sétima visita neste ano.

“O bispo vai em missão pela diocese, acompanhado dos presbíteros, diáconos e representação de leigos e leigas de cada paróquia. Estamos executando o que o Espírito Santo inspirou a esta Igreja quando elaborou seu sétimo plano”, explica dom Pedro.

Em fevereiro, a região pastoral de São Bernardo do Campo – Centro recebeu a primeira visita. No final de abril foi a vez da região Mauá. Nos meses seguintes, Santo André – Centro e São Bernardo do Campo – Anchieta receberam a comitiva de missão. Desde agosto, foram contempladas Diadema e São Caetano do Sul.

Em São Caetano do Sul (SP), foram formados 110 missionários das paróquias. Comunidades destacaram que a visita pastoral missionária não se restringiu à realidade interna da Igreja, “mas procurou apresentar Jesus e os valores evangélicos também nos diversos ambientes ad extra ecclesiam, de fora da Igreja”.

No dia 12 de setembro, os participantes puderam vivenciar o contraste da cidade visitada. “Se de manhã a visão era de uma cidade de primeiro mundo, já a tarde, em contato com a população, o que se viu foram casas, onde banheiro atende dez pessoas, residências que ficam após apertados e longos corredores, e onde a luz do sol não chega com tanta facilidade”, descreve uma notícia. As atividades naquele dia iniciaram com a visita à sede do município.

A próxima região a receber a visita é a de Santo André – Utinga. De 1º a 9 de outubro, os missionários e o bispo cumprem uma agenda nas paróquias com os Jubileus das Famílias, dos idosos e dos jovens; encontros do bispo com os vários ministérios; e visitas a escolas, hospitais, cemitério, organizações e às casas.

Ressaltando o “impulso do Espírito” na direção de uma Igreja em saída, o bispo afirma estar provando da generosidade das comunidades”.

Com informações e foto da diocese de Santo André (SP)

 

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários

Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com a terceira pessoa. Campos obrigatórios marcados como * *

Share This