Dom Célio de Oliveira Goulart se despede da diocese de Cachoeiro do Itapemirim

No último dia 29,  a diocese de Cachoeiro de Itapemirim (ES) celebrou o seu Padroeiro, São Pedro. A missa ocorreu em um Pavilhão de Eventos da Ilha da Luz repleto de fiéis foi permeada pela alegria constante dos celebrantes e fiéis e também pela emoção, pois a Festa também marcou a despedida do bispo, dom Célio de Oliveira Goulart, da diocese de Cachoeiro de Itapemirim. Em vários momentos, a alegria estampada no rosto dos fiéis presentes.

Em sua homilia, dom Célio destacou o motivo da festa, celebrar os pilares da Igreja Católica, São Pedro e São Paulo, com destaque especial para o padroeiro, São Pedro. “A partir de sua profissão de fé, Pedro recebe uma missão especial na comunidade, na Igreja. A ele é confiado o ministério de conduzir a Igreja, fundamentada na vida, morte e ressurreição  de Jesus Cristo, o Filho de Deus”, disse dom Célio, que ainda em sua homilia levou o povo a refletir sobre a pergunta de Jesus aos discípulos, “quem sou eu para vós?” e convidou toda a assembléia a responder a esta questão no íntimo do seu coração, quem é Jesus Cristo para nós? “Vamos dar a resposta de Pedro; Tu és o Cristo, o Filho de Deus”, completou dom Célio.

O novo bispo de São João Del Rei (MG), dom Célio de Oliveira Goulart, também lembrou o encerramento do Ano Sacerdotal e dedicou uma mensagem especial aos presbíteros da diocese de Cachoeiro de Itapemirim. “Agradeço a vocês, meus queridos irmãos padres, por todos os esforços de retomada de suas motivações mais profundas em sua vida Presbiteral (…) meus queridos padres, sejam fiéis e perseverantes! Combatam o bom combate, e guardem a fé, como o fez São Paulo.  E a recompensa virá, já neste mundo e no outro! Mantenham-se unidos”.So_Pedro_2

Dirigindo-se ao povo presente, mais de cinco mil pessoas, dom Célio reiterou que não gostaria de tratar o momento como uma despedida, mas sim como um envio missionário, pela vontade de Deus, à diocese de São João Del Rei, salientando ainda os trabalhos pastorais e evangelizadores realizados na diocese neste período.

Já nos ritos finais da missa, dom Célio recebeu as homenagens de padre Walter M. Altoé, representando os presbíteros; frei Joaquin, representando os religiosos; Isaías, representando os diáconos e Ana Néri, representando os leigos.

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários

Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com a terceira pessoa. Campos obrigatórios marcados como * *

Share This