Reunião ampliada discute Documento de Aparecida

Dom Joel Portella assessorando o encontro

“Documento de Aparecida, numa perspectiva vocacional”, este é o tema central da reunião ampliada da Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que neste ano acontece entre os dias 16 e 20 de outubro, em Curitiba (PR) e conta com a assessoria do bispo auxiliar do Rio de Janeiro, dom Joel Portella Amado.

O objetivo do encontro, segundo dom Joel Portella é refletir sobre a aplicação do Documento de Aparecida, especialmente nas mais diversas frentes vocacionais de trabalho, seja na função dos formadores, promotores vocacionais ou aqueles que chegam nas casas de formação buscando informações e desejos para a vida consagrada.

“Em todas essas situações nós observamos o quanto é importante o itinerário catecumenal para aqueles que chegam, aqueles que precisam ser despertados e até mesmo para os próprios formadores voltarem continuamente as suas origens, a identidade mais profunda do cristianismo, aquela perspectiva querigmática que Aparecida tanto destaca”, explica o bispo.

Dom Joel destaca ainda que no encontro a Comissão deseja fazer memória dos 10 anos da Conferência de Aparecida. “O papa Francisco tem feito um esforço de levar a mensagem de Aparecida para todas as Igrejas dos demais continentes. Aparecida nos chama atenção na mudança de época que pressupostos socioculturais de outras épocas já não respondem mais atualmente, por isso é preciso dar um novo passo, o passo da conversão pastoral, do discipulado missionário recomeçar a partir de Jesus Cristo numa Igreja, rede de comunidades, serviços e ministérios a serviço da vida”, destacou o bispo.

Representantes da Comissão no encontro

Programação

Além da parte formativa feita por dom Joel, o assessor da Comissão, padre João Cândido da Silva Neto, explica que durante os próximos dias, 19 e 20 de outubro, os organismos que fazem parte da Comissão realizarão reuniões para avaliarem atividades executadas em 2017 e programarem as próximas de 2018. Além disso, a Comissão também terá um momento para acolher as sugestões de celebração do Ano Vocacional em 2019.

Share This