Encontro aborda perspectivas da Sacrosanctum Concilium

Promovido a cada dois anos pela Comissão Episcopal Pastoral para Liturgia, Setor Espaço Litúrgico da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o 10º Encontro Nacional de Arquitetura e Arte Sacra foi realizado de 18 a 22 de agosto, na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, com cerca de 400 participantes. 

Arquitetos, engenheiros, artistas, padres, religiosos, seminaristas provindos de várias dioceses do Brasil e estudantes da PUC Minas estiveram envolvidos em reflexões sobre os avanços e perspectivas dos 50 anos da constituição conciliar sobre a Sagrada Liturgia, Sacrosanctum Concilium.

Na ocasião, o padre Francisco Taborda falou sobre o tema principal do encontro, “50 anos da Sacrosanctum Concilium – avanços e perspectivas”, a partir da mistagogia das preces do Ritual de Dedicação de Igreja e Altar.

O restaurador Adriano Ramos; a professora Mônica Eustáquio, historiadora e coordenadora do departamento de inventário do Memorial da arquidiocese de Belo Horizonte (MG); e a arquiteta Regina Machado também assessoraram o encontro.

As atividades foram encerradas com uma visita guiada a igrejas históricas de Sabará; ao santuário da Serra da Piedade e a algumas igrejas de Belo Horizonte, como a Igreja de São Francisco na Pampulha, Comunidade Nossa Senhora Aparecida do bairro Floramar e Igreja de São Vicente no bairro Copacabana.

O arcebispo de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira, foi o responsável por acolher os participantes.  O bispo de Livramento de Nossa Senhora (BA) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Liturgia da CNBB, dom Armando Bucciol, enviou mensagem de saudação, por meio de vídeo.

Exposição Itinerante

Ainda durante o encontro o Setor de Espaço Litúrgico lançou uma exposição itinerante em comemoração aos 50 anos da Constituição Conciliar Sacrosanctum Concilium, com o tema “50 anos da Sacrosanctum Concilium – Arquitetura e Arte Sacra: avanços e perspectivas”. A mostra conta com uma linha do tempo que indica os espaços celebrativos e também imagens de igrejas construídas após a reunião conciliar. A curadora da exposição, que percorrerá dioceses e arquidioceses do país, é a arquiteta Maria Inês Lunardini.

 

 

 

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários

Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com a terceira pessoa. Campos obrigatórios marcados como * *

Share This