Fórum em Pouso Alegre retoma o tema da CF2014

A Comissão do Compromisso Sócio-transformador da arquidiocese de Pouso Alegre (MG) realizou, no dia 9 de novembro, o 2º Fórum Social Arquidiocesano, com o tema “É para a liberdade que Cristo nos libertou”. A finalidade foi dar continuidade e aprofundar as reflexões sobre a Campanha da Fraternidade 2014.

Agentes das diversas pastorais sociais, vicentinos, representantes de conselhos paritários, associações e entidades que desenvolvem suas ações na promoção da dignidade humana estiveram reunidos no salão nobre da faculdade de Direito do Sul de Minas.

De acordo com a carta emitida ao final do fórum, a psicóloga e professora Márcia Maria Coutinho contribuiu para o debate destacando as diversas formas de escravidão na atualidade. Ela convidou os presentes a refletirem sobre as escravidões presentes na comunidade, muitas vezes alimentadas pelo silêncio e comodismo diante das situações de opressões.

As oficinas oferecidas pelo Fórum tiveram temas como espiritualidade; consumismo; dependência química; violência familiar; engajamento político com ênfase na reforma;  construção da democracia; exploração sexual; agroecologia; educação e trabalho escravo. As oficinas tiveram o objetivo de ampliar a visão da realidade, na busca de um diálogo que coopere com o planejamento de ações que promovam a libertação das pessoas.

O arcebispo metropolitano, dom José Luiz Majella Delgado, destacou conclusões importantes do encontro a partir do texto bíblico do “bom samaritano” (Lc 10, 30-37). Segundo dom Majella, deve-se ver a realidade da escravidão contemporânea; ter compaixão, no sentido cristão, aproximando-se e solidarizando-se com os atingidos; e criar uma rede de solidariedade, unindo esforços e recursos capazes de mobilizar a sociedade e o poder público para a prevenção e o combate dessa chaga.

Com informações da arquidiocese de Pouso Alegre

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários

Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com a terceira pessoa. Campos obrigatórios marcados como * *

Share This