Gestão Eclesial foi o tema da formação geral do clero da Arquidiocese deste ano

Ocorrido de 15 a 17 de maio na Casa de Retiros Nossa Senhora do Mossunguê, a formação foi assessorada pelo cônego Edson Oriolo, pároco da Catedral da Arquidiocese de Pouso Alegre (MG), mestre em Filosofia Social, especialista em Marketing e Gestão Estratégica de Pessoas e professor.

Segundo o cônego, pela primeira vez consta nas diretrizes nacionais da ação evangelizadora o tema da necessidade de planejamento na Igreja. “Os grandes projetos locais devem ter a dimensão da diocesaneidade. Dioceses e paróquias precisam ancorar-se nas estratégias de comunicação para uma gestão eficiente. Formar um time coeso em torno da missão institucional. A paróquia não é do padre, mas de todo o presbitério”.

Todo o clero recebeu materiais de apoio de gestão administrativa de marketing para possível aplicação na realidade paroquial. A pedido do Voz da Igreja, o padre deixou uma mensagem de incentivo aos nossos padres:

“Uma das maneiras para revitalizarmos as paróquias, além de conhecermos sua vasta significação, é vivenciarmos a diocesaneidade em três situações bem concretas: o amor a Igreja Arquidiocesana, a fidelidade ao bispo no múnus ensinar, santificar e governar e a comunhão presbiteral.

Cnego_Edson_Oriolo_2Além disso, devemos deixar-nos conduzir pelo Espírito de Deus. Sermos apaixonados por Jesus Cristo, pelas Sagradas Escrituras, por Nossa Senhora e pela Igreja. Termos consciência plena e profunda – e perceptível pelos fieis – de que o material, a técnica e tudo o que a modernidade oferece, deve estar a serviço do transcendente, do espiritual, do invisível, para que “Cristo seja tudo em todos” (Cl 3,11)”’.

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários

Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com a terceira pessoa. Campos obrigatórios marcados como * *

Share This