GT Universidades e Amazônia organiza encontro com Instituições de Ensino Superior

O encontro com representantes das Instituições de Ensino Superior/IES Católicas, a ser realizado em novembro desse ano, foi pauta da reunião do Grupo de Trabalho/GT Universidades e Amazônia. Os membros do GT reuniram-se na sexta-feira, 31/08, na sede da Rede Eclesial Pan-Amazônica, em Brasília.

Entre os assuntos discutidos pelo grupo, destaca-se a metodologia para sensibilizar as IES para participarem da atividade de 22 de novembro. A proposta do encontro que está sendo preparado, de acordo com Ir. Maria Irene Lopes, secretária executiva da Rede Eclesial Pan-Amazônica/REPAM e assessora da Comissão Especial para Amazônia/CEA da CNBB, é apresentar o projeto Universidades e Amazônia, que já vem sendo construído pelo GT.

A programação da atividade de novembro prevê a participação do Cardeal Cláudio Hummes, presidente da REPAM e da CEA. De acordo com Humberto Herrera, do Setor Universidades da CNBB, o cardeal apresentará um pouco do cenário internacional e nacional relacionando às questões ambientais, bem como propostas de que levem ao comprometimento das universidades católicas a esta causa. Para Humberto, “é um passo importante da Igreja se aproximar das instituições de ensino superior e motivá-las a se responsabilizarem por um tema tão importante, a nossa ‘casa comum’”, afirmou Herrera.

Outro ponto de discussão do GT foi a “Agenda Universidade e Casa Comum”. A partir da Laudato Si’, o grupo vem refletindo como contribuir com a reflexão e o compromisso das instituições de ensino superior católicas. O GT Universidades já vem realizando um mapeamento das experiências das IES católicas, relacionados às questões ambientais, para propor, então, um caminho que leve em conta a Laudato Si’ para ações desse ano até 2028.

Segundo Ir. Cláudia Chesini, da Associação Nacional de Educação Católica do Brasil, a reunião foi bastante significativa para os próximos passos do GT e a realização do encontro. Para ela “é sempre importante se encontrar com pessoas que têm o mesmo ideal, como a sensibilização para as questões da Amazônia, especialmente no que diz respeito ao ensino superior, no enfoque da educação católica”, pontuou a religiosa.

Haverá, ainda, no dia 23 de novembro, um encontro do GT Universidades com membros da Organização das Universidades Católicas da América Latina e Caribe/ODUCAL. A proposta é de uma reunião de um grupo ampliado para partilhas, trocas de experiências e propostas de alinhamento e aproximação dos trabalhos. Participam do GT Universidades o Setor Universidades da CNBB, Comissão Especial para Amazônia/CEA da CNBB, Rede Eclesial Pan-Amazônica/REPAM, Observatório Nacional de Justiça Socioambiental Luciano Mendes de Almeida/OLMA e Associação Nacional de Educação Católica do Brasil/ANEC.

Com colaboração de Paulo Martins, assessoria de Comunicação da Repam Brasil

Share This