Igreja em Manaus realiza missa da paz pelos mortos nas prisões

Na segunda feira, uma semana após a chacina que vitimou cinquenta e cinco pessoas e deixou muitos feridos e machucadas no sistema prisional de Manaus, a comunidade arquidiocesana, juntamente com seu arcebispo, dom Sergio Castriani, como todas as primeiras segundas-feiras do mês reuniu-se no lugar conhecido como “Cruzeiro” para rezar pela paz. Mas dessa vez, a missa teve como objetivo principal fazer memória das 57 vidas ceifadas pelo sistema carcerário do Estado.

Acompanharam e estiveram presentes neste momento muitas pessoas, entre elas os agentes da Pastoral Carcerária da Arquidiocese, animados pelo padre João Poli, Coordenador Estadual do Amazonas, e Maria Nazaré, Coordenadora Arquidiocesana, além de Luisa Cytrynowicz e do padre Gianfranco Graziola, assessores da Coordenação Nacional da Pastoral Carcerária presentes na cidade.

Confira a notícia na íntegra.

Share This