CNBB

Sábado, Dez 20th

Last updateSeg, 22 Dez 2014 9am

Você está aqui: Home Imprensa Imprensa, Pastorais e Organismos Alteração no Episcopado Bento XVI nomeia três novos bispos auxiliares para o Brasil

Imprensa

Bento XVI nomeia três novos bispos auxiliares para o Brasil

domjustinoFreiRubensVladimirO papa Bento XVI nomeou como bispo auxiliar de Belo Horizonte (MG), o monsenhor João Justino de Medeiros Silva. E como bispos auxiliares de Vitória (ES): padre Joaquim Waldimir Lopes Dias, atualmente Vigário Geral da Diocese de Jundiaí (SP) e o frei Rubens Sevilha, atualmente Provincial dos Carmelitas Descalços no Sudeste do Brasil.

Em Belo Horizonte (MG), chega monsenhor João Justino de Medeiros Silva. Filho da cidade de Juiz de Fora, ingressou no Seminário em 1984. Graduou-se em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Juiz de Fora e em Pedagogia pelo CES/JF. Foi ordenado presbítero em 13 de dezembro de 1992. Continuou sua formação teológica na Universidade Gregoriana em Roma onde obteve, em 1997, o título de Mestre e, em 2003, de Doutor em Teologia. Na arquidiocese de Juiz de Fora (MG) fez o seguinte itinerário: exerceu o ministério de pároco-solidário na Paróquia Nossa Senhora da Conceição de Benfica e da paróquia Bom Pastor. Desde 2004 é vigário paroquial da paróquia São Pedro e exerceu três mandatos como vigário da forania Santo Antonio. Foi formador no Centro Vocacional Nossa Senhora da Conceição, professor do Curso de Teologia do CES/ITASA, vice-reitor e reitor do Seminário Arquidiocesano. Em 2010, foi nomeado Vigário Episcopal para a Cultura, Educação e Juventude. Além de membro secretário do Colégio dos Consultores, Monsenhor João Justino trabalhou como assessor da Comissão Episcopal Pastoral da CNBB e desde 2007 é membro do grupo de teólogos peritos da referida Comissão. Foi secretário da Organização dos Seminários e Institutos do Brasil (OSIB) do regional Leste II da CNBB. É professor visitante do Seminário Diocesano Nossa Senhora do Rosário de Caratinga (MG).

Em Vitória (ES), chegam os monsenhores Joaquim Waldimir Lopes Dias e Rubens Sevilha. Monsenhor Joaquim nasceu em Cafelândia (SP), estudou em sua cidade e em Bauru (SP) antes de ir para a Faculdade em Jundiaí (SP), aonde cursou administração de empresas. Estudou teologia em São Paulo e foi ordenado no dia 12 de dezembro de 1997, em Jundiai. Co-diretor do Cursilho de Cristandade por um ano e diretor até os dias atuais. Foi vigário das paróquias São Sebastião, em Itupeva (SP) e Nova Jerusalém, em Jundiai. Pároco da paróquia São Francisco de Assis em Campo Limpo Paulista (SP), da paróquia Nossa Senhora da Piedade em Várzea Paulista (SP) e da paróquia São Roque em Jundiai. Foi presbítero a serviço da Diaconia Territorial Santo Antonio em Campo Limpo Paulista e vice-reitor e reitor do Seminário de Filosofia e Teologia Nossa Senhora do Desterro, em Jundiai. Monsenhor Joaquim Waldimir também foi Administrador Diocesano e Vigário geral da diocese de Jundiai.

Monsenhor Rubens Sevilha é membro da Ordem dos Carmelitas Descalços (OCD). Nascido em Taraby (SP), cursou Filosofia na Faculdade Nossa Senhora Medianeira dos Jesuítas em São Paulo e Teologia no Colégio Teológico Internacional do Teresianum em Roma. Foi ordenado em 19 de outubro de 1985 e exerceu as seguintes atividades: Mestre dos postulantes, em Caratinga (MG); Mestre de noviços, em São Roque(SP); Provincial dos Carmelitas Descalços no Sudeste do Brasil em 1996. Assistente Espiritual da Associação Santa Teresa das Monjas Carmelitas Descalças; conselheiro da província e pároco da paróquia Santa Terezinha de Higienópolis, em São Paulo; reitor da Basílica de Santa Teresinha no Rio de Janeiro e, novamente, provincial dos Carmelitas Descalços no Sudeste do Brasil.

Leia a saudação da CNBB:

Saudações aos novos bispos auxiliares de Belo Horizonte e de Vitória

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) acolhe, com alegria, a nomeação dos três novos bispos auxiliares anunciados nesta quarta-feira, 21 de dezembro, pela Santa Sé: João Justino de Medeiros para arquidiocese de Belo Horizonte (MG) e Joaquim Wladimir Lopes Dias e Rubens Sevilha para arquidiocese de Vitória (ES).

Aos três novos bispos enviamos os mais cordiais cumprimentos pelo generoso sim à nova missão que a Igreja lhes confia. Na comunhão episcopal, nos colocamos em espírito de oração para pedir pelo êxito da pastoral que realizarão em auxílio aos arcebispos de Belo Horizonte e de Vitória.

Monsenhor João Justino deixa a arquidiocese de Juiz de Fora (MG) depois de realizar um proveitoso itinerário como professor, pároco e formador. Monsenhor Joaquim Wladimir vai para Vitória depois de um caminho de muito entusiasmo e longa prestação de serviços ao povo da diocese de Jundiaí (SP) e Monsenhor Rubens Sevilha leva para o episcopado toda a significativa caminhada religiosa junto aos seus irmãos Carmelitas Descalços no Sudeste do Brasil.

Unimo-nos às comunidades das arquidioceses que recebem os novos bispos para entoar um canto de ação de graças pela chegada de cada um deles e confiamos à Nossa Senhora, o ministério de todos.

Brasília, 21 de dezembro de 2011

Dom Leonardo Ulrich Steiner

Bispo Auxiliar de Brasília

Secretário Geral da CNBB

Campanha da Fraternidade

CE 2014

Liturgia em Mutirão III