CNBB

Quinta, Out 23rd

Last updateQua, 22 Out 2014 4pm

Você está aqui: Home Imprensa Imprensa, Pastorais e Organismos Notícias Criada pós-graduação conjunta para universidades católicas do Brasil, Angola e Portugal

Imprensa

Criada pós-graduação conjunta para universidades católicas do Brasil, Angola e Portugal

universidadecatolicaangolaA Universidade Católica de Angola (UCAN) lançou, em Luanda, um programa de formação pós-universitária, chamado MBA (Master in Business Administration) Atlântico. O nome do Mestrado vem do fato de que envolve professores e docentes vindos de três países de língua portuguesa, cujo litoral está no Oceano Atlântico: Angola, Brasil e Portugal.

Na cerimônia de inauguração, estavam presentes o ministro angolano para a Educação Superior, a Ciência e a Tecnologia, Maria Cândida Teixeira, o bispo de Cabinda, dom Filomeno Vieira Dias, e o reitor da Universidade Católica de Portugal, Paulo Alinkaste.

O MBA Atlântico é uma iniciativa de formação conjunta das Universidades católicas de Angola, Portugal e Brasil, com duração de 12 meses, durante os quais os estudantes terão acesso a um programa de formação sobre os aspectos econômicos, políticos e sociais dos três países lusófonos.

O diretor da Faculdade de Economia e Gestão da UCAN, professor Justino Pinto de Andrade, explicou que a relação entre as três universidades é equilibrada. "Agora devemos olhar para o outro em condições de igualdade numa relação de cooperação, especialmente numa relação de grande fraternidade. Este é o exemplo que o mundo acadêmico deve dar, este é o exemplo que as universidades devem dar à sociedade", afirmou o diretor.

O mestrado tem três fases, que serão realizadas respectivamente em Angola, em São Paulo (Brasil), e no Porto (Portugal).

A Ministra Maria Candida Teixeira comentou: "A Universidade de Angola, a Universidade Católica de Angola e a Pontifícia Universidade de São Paulo devem ser incentivadas para que, além da sua missão principal de melhorar a formação de profissionais altamente qualificados, em termos estratégicos criem uma oportunidade única para as sociedades dos três países envolvidos tornarem-se mais competitivas".

CNBB com Rádio Vaticano

Congresso Eucarístico

Eleições 2014

Liturgia em Mutirão III