Inciativas da Repam são apresentadas em curso para missionários

Evento conta com a presença de brasileiros, indianos, indonésios, africanos e italianos

O Instituto de Pastoral Regional (Ipar) do regional Norte 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) promove, até dia 15 de julho, em Belém (PA), o curso “Ser missionário, hoje, na Amazônia”.

A formação é voltada para os missionários que atuam na região com o objetivo de ser o primeiro contato com aquela realidade, por meio da convivência e da troca de experiências.

A capacitação começou no dia 30 de junho e conta com aproximadamente 50 participantes, entre brasileiros, indianos, indonésios, africanos e italianos.

Durante o evento, a assessora da Comissão Episcopal para a Amazônia e membro do Comitê Brasileiro da Rede Eclesial Pan-Amazônica (Repam), irmã Maria Irene Lopes dos Santos, convidou os presentes para serem multiplicadores das ações da Rede.

“Durante os dias que estive lá, fui falar sobre a Comissão para a Amazônia e sobre a Repam, para que sejam multiplicadores dessa Rede em cada realidade onde vão estar atuando”, conta a religiosa.

Segundo irmã Irene, muitas pessoas já estavam sabendo da Repam e tinham muito interesse em conhecer as iniciativas e propostas, porque acreditam que a Rede pode fortalecer aquilo que já trabalham em cada realidade. “Muito interessante perceber que lá no interior já têm pessoas que conhecem e que querem contar com essa Rede para fortalecer suas atividades, sua pastoral e seu grupo”, sublinha.

O curso para os missionários promovido pelo Ipar, recorda irmã Irene, é da mesma modalidade daqueles oferecidos pelo Centro Cultural Missionário (CCM), em Brasília; pelo Instituto de Teologia, Pastoral e Ensino Superior da Amazônia (Itepes), em Manaus;  pelo regional Noroeste da CNBB, em Porto Velho.

“É muito importante para os que estão ali e para outros que querem ir para a Amazônia que possam conhecer essa realidade. Às vezes as pessoas vão com seus projetos, mas o projeto da realidade local é outro”, ressalta.

Programação

Vários temas são tratados durante o curso. Assessores, entre religiosos, especialistas e lideranças regionais, revezam-se abordando a realidade de hoje com suas grandes questões; a missão à luz da Palavra; religião, ecumenismo e diálogo inter-religioso na Amazônia; história e missão da Igreja na Amazônia; o povo e a natureza; movimentos sociais e de resistência e espiritualidade.

Os participantes do curso receberam a visita do bispo de Óbidos (PA) e secretário do regional Norte 2 da CNBB, dom Bernardo Johannes Bahlmann.

Com foto do Instituto de Pastoral Regional (IPAR)

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários

Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com a terceira pessoa. Campos obrigatórios marcados como * *

Share This