Lançamento da Campanha da Fraternidade mobiliza autoridades em Feira de Santana

Com a presença de mais de 150 pessoas, entre autoridades civis, políticas e religiosas, e militantes sociais, foi realizada no dia 26 de fevereiro, a abertura da Campanha da Fraternidade 2009, na arquidiocese de Feira de Santana (BA), no Salão do Júri, do Fórum Desembargador Felinto Bastos.

Durante a solenidade, o arcebispo, dom Itamar Vian, explicou que a escolha do tema “Segurança Pública” pela CNBB, aconteceu devido ao aumento da violência no país, seguido pelo desemprego. “A Segurança Pública é um dever do Estado, mas direito e responsabilidade de todo cidadão. A sociedade em que vivemos não tem como fundamento principal a pessoa humana, mas sim o poder econômico, segundo o qual tudo deve contribuir para o lucro. A busca do lucro está presente nas mais diversas situações como uma grande força devoradora que submete tudo a si”, disse o bispo.

No seu pronunciamento, o presidente da Comissão de Direitos Humanos, Dr. Celso Pereira, salientou que o judiciário está a serviço da paz: “Um judiciário comprometido é o maior caminho para a fraternidade. Não basta encher as ruas de policiais armados, nem enjaular pessoas e enfrentar violência com violência. A paz é fruto da justiça, como reza o lema da CF. A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) acredita no homem e alia-se à Igreja, para alcançarmos este ideal”.

Já a titular da Delegacia Especial  de Atendimento à Mulher, Dra. Martine Veloso, enfatizou que violência não se resolve com violência. “É importante o lançamento da CF para toda sociedade visando maior engajamento e busca de soluções. A família é a base da sociedade e são muitos os casos de desequilíbrios. Eis o caminho: resgatar os valores da família. A responsabilidade é de todos, cada um fazendo sua parte, ajudando a construir uma sociedade sadia. Temos uma constituição cidadã, vivemos num país democrático. É hora de observar todos os preceitos da CF e refletir. Ver o outro como irmão, acreditar no ser humano a fim de construirmos uma sociedade justa.”

O evento contou também com a participação do Presidente da Comissão de Direitos Humanos, Dr. Celso Pereira e do Juiz da Vara da Infância do Município, Dr. Valter Ribeiro.

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários

Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com a terceira pessoa. Campos obrigatórios marcados como * *

Share This