Menino Jesus – nova esperança para 2019

Romualdo Matias Kujawski
Bispo de Porto Nacional (TO)

 

“A Palavra se faz carne e habitou entre nós” (Jo 1,14)

Estamos novamente às vésperas do Natal e quase iniciando o Ano Novo, 2019!

Em nossa caminhada rumo à Pátria Celeste podemos chegar à constatação de que Deus está sempre conosco! Ele não nos desampara e nem nos deixa caminhar sozinhos. Jesus Cristo é o Emanuel, o Deus conosco. Essa velha mensagem mais uma vez tornou-se nova e existencial para cada um de nós.

Neste contexto, estas palavras de Jesus me tocam profundamente: “Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor. Todo ramo que está em mim e não dá fruto, ele o corta; e todo ramo que dá fruto, ele o limpa, para que dê mais fruto. Vós já estais limpos, por causa da palavra que vos tenho falado. Permanecei em mim, e eu permanecerei em vós…Eu sou a videira, e vós sois os ramos…” (Jo 15,1-8).

Para que não nos percamos no mundo pós-moderno, plural e consumista, devemos ter a ousadia de considerar que Jesus Cristo continua sendo para nós a Videira e o Tronco da Esperança. Isso incentiva a nós, católicos, a vivermos a Pessoa d’Ele em nosso meio.

Muitas vezes podemos ser questionados com as chamadas “verdades do mundo”, puramente ideológicas. Devemos então procurar encontrar a verdade em nossas vidas, a partir do pensamento clássico de São Tomás de Aquino: “veritas est fundamentum in res” (“a verdade se fundamenta nas coisas concretas”). Isto quer dizer que não se pode negar que dois mais dois são quatro. Também não se pode negar que Jesus Cristo é para nós “o caminho, a verdade e a vida” (Conf. Jo 14)

O nosso Salvador também passou por falsos questionamentos ideológicos! Por exemplo, quando os saduceus perguntaram a Ele sobre a questão de uma viúva de sete esposos. “Na ressureição, a qual dos sete pertencerá a mulher, já que todos a tiveram?” (Lc 22,28) E Jesus respondeu: “Na ressureição, homens e mulheres não se casam, nem se dão  em casamento, mas são como anjos no céu”. (Lc 22,30) Jesus venceu os adversários com a lógica dos argumentos e a profundidade de Seus ensinamentos.

Devemos desejar então, neste Natal e no Ano Novo de 2019, ser vencidos pela verdade existencial do Menino – a Videira da nossa vida, para não perdermos a esperança de um futuro melhor e da nossa vitória definitiva na Pessoa d’Ele.

Faço esta oração: Menino Jesus, levante a Tua mão e nos abençoe! Traga nova Esperança aos nossos lares, ao Brasil, à Igreja Católica e ao mundo inteiro.

Feliz Natal e abençoado Ano Novo de 2019 a todos!

Nossa Senhora das Mercês, rogai por nós!
Com a minha benção,

+ Romualdo Matias Kujawski

Artigos similares

Factóides

17/04/2009
Share This