Programa “Pana” para acolhida dos migrantes e refugiados

Dom Arnaldo Carvalheiro Neto
Bispo de Itapeva e referencial para a Cáritas Brasileira Regional São Paulo 

Solidariedade! Essa é a missão da Cáritas Brasileira, que tem por finalidade a promoção da dignidade humana através de ações concretas de solidariedade em prol das pessoas e comunidades que vivem em situações de risco, na pobreza e exclusão. Atenta aos apelos do Evangelho e aos sinais dos tempos, e deixando-se conduzir pela ação do Espírito Santo, a Cáritas procura mobilizar  esforços para atenuar o sofrimento humano, convocando todos os homens e mulheres de boa vontade a unirem-se em favor da luta pela vida, pela justiça e pela paz.

Nestes últimos anos, cerca de 3 milhões de venezuelanos migraram de suas terras, motivados pela grave situação de instabilidade social, política e econômica daquele país. Trata-se de uma das mais graves crises humanitárias da América Latina. Muitos deles estão batendo à nossa porta, clamando por solidariedade. E a Cáritas está abrindo as portas e o coração!

Nos próximos dias, o Regional Sul 1 da CNBB estará recebendo 102 migrantes venezuelanos na cidade de São Paulo. Eles serão alojados, por seis meses, em moradias alugadas. Além disso, será oferecido um programa de acompanhamento para que essas pessoas com suas famílias possam inserir-se em nossa cultura e sociedade, visando a autonomia e a autossustentabilidade delas. Trata-se do Projeto “Pana”, palavra tão cara aos venezuelanos, que significa “Amigo”.

Diante de um mundo tão marcado pela hostilidade, queremos oferecer o melhor da nossa hospitalidade a esses nossos irmãos e irmãs venezuelanos. A solidariedade exige  ousadia! Recordemo-nos do gesto de hospitalidade dos nossos pais e mães do passado: de Abraão e de Sara no carvalho de Mambré; da acolhida da pobre viúva de Sarepta; e da atitude dos discípulos de Emaús em relação àquele “estranho”. Eles foram agraciados com toda a sorte de bênçãos a partir de um simples gesto de acolhida. Agora é a nossa vez!

Conclamo a todos para conhecer e apoiar o “Projeto Pana”. Que possamos dizer aos nossos migrantes venezuelanos: “Sejam muito bem vindos! Sintam-se em casa!”…ou como eles gostam de dizer: “Mi casa es tu casa!”.

Somos Solidariedade! Somos Cáritas!

Share This