Mitocôndrias

Dom Wilson Tadeu Jönck
Arcebispo de Florianópolis

O corpo humano é composto por milhões de células. No interior da célula existem estruturas que garantem o seu funcionamento. São as organelas. Uma destas organelas é a mitocôndria. É ela que fornece energia para que a célula cumpra suas atividades. São verdadeiras usinas produtoras de energia. Ela processa a energia a partir da alimentação ingerida pelo corpo.

Como se pode ver, as mitocôndrias são estruturas ativas e da sua atividade depende o bom funcionamento do corpo. Por outro lado, ela pode não funcionar bem. O seu não funcionamento provoca a morte da célula. Mas também quando produz pouca energia gera mau funcionamento das células com reflexos na vida de toda a pessoa. Pesquisas recentes buscam encontrar no seu mau funcionamento as causas de doenças, por exemplo, o Mal de Alzheimer.

Não sou entendido no estudo das células, muito menos no funcionamento das mitocôndrias. Creio, no entanto, que elas podem ajudar a entender como a mensagem do Evangelho pode se fazer presente na vida do cristão. A vida cristã precisa ser alimentada. E muitas vezes pode enfraquecer e levar ao colapso da vida de seguimento de Cristo. Os sacramentos, a Eucaristia, a oração, a escuta da Palavra de Deus, a prática da caridade… são meios que dispõe a pessoa a abrir-se à ação do Espírito Santo. É Ele que transforma a vida da pessoa. É Ele a força que renova a face da terra.

Os Evangelhos falam de guardar a Palavra. Isto acontece quando a Palavra se torna atitude, decisão, enfim, modo de viver. Assim, a pessoa é conduzida pela força do Espírito Santo. É Ele que dá a sabedoria para acolher a Palavra de Deus, entendimento para compreender o mundo em que vivemos. Dá força para enfrentar os desafios e tentações. Transforma nossos gestos em atos de coragem e testemunho.

O Espírito não pode ser uma força afastada da pessoa. Quer estar no mais íntimo, ali onde são tomadas as decisões. Mas a vida, tal como as mitocôndrias, deve ser alimentada. Desta forma se pode dizer como São Paulo: “já não sou eu que vivo, é Cristo que vive em mim”. O Espírito Santo prometeu que ia recordar-nos tudo o que Jesus ensinou.

 

Share This