Padre Marcus Barbosa é o novo subsecretário adjunto de pastoral da CNBB

O atual assessor da Comissão para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-Religioso da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), padre Marcus Barbosa, foi nomeado pela presidência da entidade como novo subsecretário adjunto de pastoral. Agora, ele passa a acumular as duas funções até a próxima Assembleia Geral da CNBB, a ser realizada em maio de 2019, ocasião em que serão eleitos novos membros.

Ao receber a notícia, padre Marcus afirmou que se sentiu “surpreso”. “Eu estava retornando das férias e recebi uma ligação do nosso secretário-geral, o dom Leonardo Steiner, e foi aí que tudo começou”, disse. Ele conta que viu a proposta como um “sinal de Deus”. “Não foi algo que eu procurei, nem esperava, então eu vejo como um sinal de Deus e agradeço tamanha confiança e estou disposto a servir naquilo que puder ajudar de melhor”, disse.

Conforme o regimento interno da Conferência, cabe aos subsecretários atuarem como auxiliares imediatos do secretário-geral, repartindo responsabilidades e tarefas específicas, sobretudo, conferindo com frequência aquilo que se refere ao secretário-geral e à sede da CNBB. Anteriormente, o cargo de subsecretário adjunto de pastoral era ocupado pelo assessor da Comissão para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da CNBB, padre Deusmar Jesus da Silva, que deixou o posto para atuar como pároco da Catedral de Barretos.

“Nós sabemos que a CNBB é uma engrenagem e estava faltando a última peça. Com a saída do padre Deusmar, eu venho para ajudar nessa engrenagem como uma peça”, garantiu padre Marcus. Ele conta ainda que a expectativa em assumir o posto, embora seja por um curto período de tempo, é grande. “Estamos às vésperas da próxima Assembleia que será eletiva e encerramento de trabalhos e início também de novos, então tudo isso é um momento bastante delicado e que pede bastante oração, acompanhamento e disponibilidade para o serviço”, finalizou.

Share This