Mensagem do papa Bento XVI aos bispos participantes de encontro na Colômbia

Bento XVI enviou uma mensagem aos participantes do encontro de bispos responsáveis pelas Comissões para a Vida e a Família da América Latina e do Caribe. Os trabalhos começaram ontem, 28, abertos pelo presidente do Conselho Episcopal Latino-americano (Celam), cardeal Raymundo Damasceno Assis, e com uma palestra do cardeal Ennio Antonelli, presidente do Pontifício Conselho para a Família, que leu a mensagem pontifícia. O encontro, que acontece em Bogotá (Colômbia), termina sexta-feira, 1º de abril.

O papa destacou a família como o valor mais querido pelos povos latino-americanos e caribenhos e realçou o trabalho das Pastorais Familiares em todas as Igrejas locais. Ressaltou, porém, que os lares estão sendo intimidados em consequência de transformações culturais, instabilidade social, fluxos migratórios, pobreza, programas educativos que banalizam a sexualidade e falsas ideologias.

É no Evangelho, segundo Bento XVI, que se encontra a luz para responder a estes fenômenos. “É dele que recebemos diligência e entusiasmo para acompanhar as famílias na descoberta do projeto de amor que Deus tem para nós. Nenhum esforço será inútil para que as famílias levem a cabo sua missão de ser célula viva da sociedade, berço de virtudes, escola de convivência construtiva e pacífica, instrumento de concórdia e âmbito privilegiado no qual acolher a vida e protegê-la desde seu inicio até seu fim natural”, disse.

O pontífice ressaltou também a importância de continuar animando os padres em seu direito e obrigação fundamental de educar as novas gerações na fé e nos valores que dignificam a existência humana.

Aparecida foi o tema da segunda parte da mensagem. Para o papa, o evento de 2007 é fonte de estímulo para as Pastorais Matrimonial e Familiar. “A Igreja conta com os lares cristãos e os chama a ser verdadeiros atores da evangelização e do apostolado, convidando-os a conscientizar-se de sua valorosa missão no mundo”.

Neste sentido, Bento XVI exortou os participantes da reunião a refletirem sobre as grandes linhas pastorais definidas pelos episcopados em Aparecida, a fim de que a família possa vivenciar um profundo encontro com Cristo através da escuta de sua Palavra, da oração, da vida sacramental e da prática da caridade. “Para isso é preciso incrementar a formação de todos os que, de uma forma ou de outra, se dedicam à evangelização das famílias”, destacou.

Expressando seu afeto e solidariedade a todas as famílias da América Latina e do Caribe, especialmente as que estão em condição difícil, Bento XVI concede a sua bênção apostólica a todos os presentes e aos engajados com a evangelização e a promoção do bem das famílias.

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários

Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com a terceira pessoa. Campos obrigatórios marcados como * *

Share This