Pastoral Operária oferece material para celebração do 1º de maio

A coordenação nacional da Pastoral Operária disponibilizou um subsídio para a celebração do Dia do Trabalhador, celebrado em 1º de maio. O intuito é contribuir para uma reflexão sobre as mudanças no mundo do trabalho, as estruturas sociais, políticas, econômicas e suas implicações para a classe trabalhadora. O tema escolhido para os três encontros propostos como tríduo é “Defender o trabalho é garanti a vida” e o lema “Por que vocês estão desempregados?” (Mt 20, 6).

“Queremos com esse material impulsionar o diálogo e repensar saídas, a partir uma outra forma de organizar a sociedade e o trabalho. Esses encontros têm como objetivo debater e analisar a conjuntura; mobilizar e animar os grupos de base da Pastoral Operaria do Brasil e nas comunidades eclesiais de base, pastorais sociais e forças sociais”, afirma o Colegiado Nacional da Pastoral Operária na apresentação do material.

O material de formação e celebração possui três encontros de reflexão política e bíblica acerca do trabalho: “Por que é preciso defender o trabalho?”; “Garantir a vida!”; e “Por uma Classe trabalhadora consciente e solidária”.

Também há a intenção de estar em sintonia e dar continuidade às reflexões da Campanha da Fraternidade deste ano, que abordou o tema “Fraternidade e superação da violência”. Também estão presentes as motivações para o 24º Grito dos/as Excluídos/as, com o tema “A desigualdade gera violência: Basta de privilégios!” e o lema “Vida em primeiro lugar”.

O material, que também dá orientações para a organização das atividades para o dia 1º de maio, está disponível neste link.

Share This