Paz e ternura para com os animais

Dom Roberto Francisco Ferreria Paz
Bispo  de Campos (RJ)

A preparação para o Natal inclui uma visão mais amorosa e compassiva para com nossos companheiros de ornada, amigos, mestres e inspiradores que são como Francisco de Assis chamava de nossas irmãs criaturas. Ficamos, certamente, indignados e impactados pela crueldade que foi vitimado o cão conhecido por Manchinha, morto a pauladas, em um estabelecimento comercial, pelo segurança.

Apoiamos o Projeto de lei  470/2018, que propõe uma defesa mais enérgica contra maus tratos e atos de crueldade e selvageria contra animais. A nova criação, representada pelo Presépio, mostra o boi, o jumento, ovelhas, passarinhos e cachorros, rodeando, aquecendo e guardando o Menino Deus. Nosso Deus, Pai amoroso, nos confiou, a nosso cuidado, estes irmãos menores que tanto nos alegram e fazem companhia.

Eles são, de fato, a proteção e segurança para o povo sofredor em situação de rua, guias para os cegos, amparo  para os idosos, ternura e carinho para as crianças  e aqueles que, com gratuidade total, nos dão sempre boas vindas quando chegamos em casa.

Que o Espírito Santo, que reza em nós neste Advento,  vivificador e cuidador de toda a Criação, desperte, junto a uma responsabilidade universal, para com a defesa dos animais, a gratidão para com o Pai  das Misericórdias por darmos de presente seu Filho, irmão nosso e amigo de todas as criaturas. Deus seja louvado!

Share This