Prelazia de Coari – 50 anos evangelizando no coração da Amazonas

Nos dia 19 a 21 de Julho de 2013 aconteceu, em Manacapuru (AM), a 38ª Assembleia Pastoral da Prelazia de Coari cujo tema central: “Abertura do ano jubilar da prelazia de Coari e os desafios do futuro: paróquia e catequese”. Com a inspiração mística: “Sereis as minhas testemunhas até os confins da terra” (At 1,8). O início da 38ª AG se deu com a solene concelebração eucarística na igreja matriz de N. S. de Nazaré em Manacapuru.

A Missa foi presidida pelo bispo da Prelazia de Coari, dom Marcos Piatek, e concelebrada pelo arcebispo da arquidiocese de Manaus dom Sérgio Eduardo Castriani, e por todos os padres da Prelazia, religiosas e leigos eram cerca de 300 pessoas representando as paróquias, as pastorais, os movimentos de toda a Prelazia.

No último dia, aconteceu o lançamento do livro de revista pelos 50 anos da Prelazia e durante a noite, houve a grande celebração eucarística da abertura do jubileu presidida por dom Luís Soares Vieira. Estavam presentes: dom Elói Roggia, dom Mário Pasqualloto, dom Mário Clemente, dom Gutemberg e dom Marcos Piatek, atual bispo.

coari1Representando a Comissão Episcopal para a Amazônia da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) esteve presente a Irmã Irene Lopes. A irmã revela que o que mais chamou sua atenção, durante os dias de viagem pelo Regional Norte 1 (Norte do Amazonas e Roraima), foi a vida simples e partilha do povo.

A irmã ainda lembra que uma música marcou o período da viagem. “Sou missionário, sou povo de Deus; sou índio, caboclo mestiço, fazendo da vida a missão. Aqui nesta grande tapera da Igreja Amazônica sou mensageiro de um Deus que é irmão… Somos filhos da Igreja do Norte missionários desta região. Formamos a comunidade nesta geografia que temos nas mãos. Aprendemos a ouvir a mensagem de um Deus que nos fala na brisa, nas águas, nas flores, não chão… Jesus Cristo nosso guia, anima o nosso caminhar, nos aponta o caminho certo e de braços abertos vem nos ensinar”. A música, de autoria de Manoel Neris, de acordo com a irmã, a emocionou de tal forma, que a fez rezar.

Parte da carta pastoral escrita por dom Marcos pelos 50 anos da Prelazia

Caríssimos irmãos e irmãs da querida Prelazia de Coari! Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!

Alegrai-vos no Senhor! Com grande alegria, dirijo-me a todos vocês com esta mensagem convocatória para a celebração do início do Jubileu de Ouro da criação da Prelazia de Coari (AM).
Estamos comemorando, com muita fé, alegria e esperança, os Cinqüenta Anos da criação da Igreja que está em Coari (AM). O Ano Jubilar é um grande hino de louvor e de gratidão a Deus por todas as maravilhas que Ele fez no meio de nós (Lc 1,49) durante esses últimos 50 anos. O Jubileu de Ouro é “o ano da graça do Senhor, o tempo de nosso Deus fazer justiça, consolar todos os aflitos” (Is 61,2). O Ano Jubilar não é somente um tempo de graça e de agradecimentos, mas também “é o ano de remissão dos pecados e das penas pelos pecados, ano de reconciliação entre os desavindos, ano de múltiplas conversões e de penitência sacramental e extra-sacramental. A Igreja, nestas circunstâncias, proclama «um ano de graça do Senhor», esforçando-se para que todos os fiéis possam usufruir mais amplamente de tal graça”.[1] Com o Apostolo São Paulo vos digo: “Alegrai-vos sempre no Senhor. Repito: alegrai-vos!” (Fil 4,4), por causa dos 50 anos da Prelazia de Coari!

Celebrando os 50 anos da existência da Prelazia de Coari, abraçamos, com a nossa oração, todos aqueles que já nos precederam na casa do Pai. A eles queremos fazer uma homenagem orante com as palavras do beato papa João Paulo II, feita durante a sua visita a Manaus em 1980: “Eu me ajoelho diante de cada uma destas sepulturas e, mais ainda, diante de cada uma dessas figuras de missionários, homens como nós, com defeitos e fraquezas, engrandecidos, porém, pelo testemunho do dom pleno de si mesmos às missões”. Que o Cristo Ressuscitado, o Vencedor da Morte, dê aos nossos irmãos e irmãs falecidos na construção do Reino de Deus na Prelazia de Coari a luz e o descanso eterno!

A Mãe do Povo Amazônico. Peçamos a Maria, Mãe do Povo Amazônico, a primeira Discípula Missionária de seu Filho Jesus, que nos inspire e abençoe no caminho do discipulado e da missão e nos ensine a dizer SIM à proposta amorosa de Deus na construção de um novo tempo, em que todos os filhos e filhas da Prelazia de Coari possam crescer em dignidade e fé e contribuir para que haja um mundo de justiça e paz para todos!

Gloriosa Senhora Sant’Ana, a nossa Padroeira e a Avó de Jesus Cristo, cuja vida nos narra a Tradição e o Evangelho Apócrifo de São Tiago, continue nos protegendo e intercedendo por nós junto ao Pai nas nossas lutas constantes pela implantação do Reino de Deus no meio das nossas cidades, dos nossos rios, lagos, e igarapés.

Amém

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários

Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com a terceira pessoa. Campos obrigatórios marcados como * *

Share This