Puebla, no México, acolhe a I Semana Latino-Americana de Iniciação à Vida Cristã

Com o objetivo de assumir de modo orgânico a Iniciação à Vida Cristã como maneira indispensável para promover e formar discípulos missionários de Jesus Cristo na América Larina e no Caribe, representantes das Conferências Episcopais que formam o Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam), estão reunidos até esta sexta, 22, na cidade de Puebla (México).

A semana de estudos e reflexões teve início na tarde do dia 18, com a celebração eucarística no Santuário de Guadalupe, presidida por dom Octavio Ruiz, secretário-geral do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização. 

No segundo dia de atividades (19), as reflexões tomaram por base as respostas dos questionários que as Conferências enviaram ao CELAM em momento preparatório da I Semana Latino-americana de Iniciação à Vida Cristã. Seguiu-se com a contextualização dos 40 anos da III Conferência Geral do Episcopado Latino-americano e Caribenho, realizada em Puebla em 1979.

Ao longo dos demais períodos de estudos e partilha de experiências, várias Conferências com temática bíblica, histórica e pastoral, ajudaram os participantes na elaboração de proposições para o processo de evangelização da Igreja tendo como eixo central a Iniciação à Vida Cristã.

Discernimento- O terceiro dia da I Semana Latino-Americana de Iniciação à Vida Cristã foi marcado pelas atividades em grupos por áreas de pastoral para a reflexão e discernimento de iniciativas de evangelização para a América Latina. Reunidos, os participantes das Conferências episcopais se dedicaram à reflexão da ação evangelizadora por grupos: catequese, missão, liturgia, bíblia, juventude e família, cultura e educação.

Cada um deles, conforme sua área pastoral, indicou pistas de ação que culminem na elaboração de um itinerário de iniciação à Vida Cristã, que contemple processo, pessoa, anúncio de Jesus Cristo, vivência da fé pela Palavra e sacramentos, mudanças de atitudes e testemunho de comunidade.

Representantes do Brasil no encontro

Durante os dias de trabalho, destacou-se também a importância da troca de experiências entre os diversos países, representados por agentes de pastoral leigos e leigas, religiosos e religiosas, presbíteros e bispos, que confirmam a metodologia da experiência e vivências de fé como novos métodos de formação de discípulos missionários.

Ao todo participam mais de cem pessoas das Conferências Episcopais. Os representantes dos países correspondem as áreas de catequese, bíblia, família, vida e juventude, educação e cultura, missões, liturgia e piedade popular e santuários.

Do Brasil, estão presentes dom Waldemar Passini Dalbello, representante da CNBB no Departamento de Missão e Espiritualidade do CELAM; padre Antonio Marcos Depizzoli, assessor da Comissão para a Animação Bíblico-Catequética da CNBB; padre Thiago Faccini Paro, assessor do Setor Espaço Litúrgico da CNBB; padre José Elpídio Costa da Silva; padre Jânison de Sá Santos; irmã Rosângela Aparecida Fontoura; irmã Lúcia Imaculada; Teresinha dos Santos Resende Barbosa e Ariél Philippi Machado.

Com informações do Ariél Philippi Machado

Share This