Quem Somos: Amazônia

A Comissão Episcopal para a Amazônia é o eco que ressoou dos apelos provindos do povo da Amazônia na voz de tantos agentes de pastorais, missionários e bispos, por longos anos, à Igreja do Brasil. Representa também o fruto amadurecido de iniciativas missionárias realizadas ao longo dos anos por algumas Igrejas Particulares, dando origem ao Projeto Igrejas-Irmãs.

O primeiro objetivo da Comissão é sensibilizar a todos para a questão da Amazônia. É fazer com que o Brasil todo volte o seu olhar para a Amazônia. Que amem este pedaço do Brasil, defendam o que lhes é próprio, saibam de suas riquezas e dos riscos que estão aí, diante da cobiça de muitos. Conheçam sobretudo as causas do empobrecimento do nosso povo e ajudem expulsar as forças do mal que deixam rastros em tantas situações desumanas que ferem o direito de cidadania de nossa gente.

O segundo objetivo é favorecer o despertar e o aprofundar da consciência missionária, atendendo ao apelo provindo da Igreja que se encontra na Amazônia. “Dai-nos de vossa pobreza”, com projetos de solidariedade e programas afins, através da participação co-responsável e fraterna de todas as Dioceses.

A Missão da Igreja de Evangelizar é a razão que perpassará toda ação missionária e gestos de solidariedade para com a Igreja que se encontra na Amazônia, sobretudo através do Projeto de Evangelização: “Queremos ver Jesus – Caminho, Verdade e Vida”.

Portanto, a Evangelização da Amazônia visa:

  • Anunciar Jesus Cristo, como Salvador e Redentor da humanidade e da natureza;
  • Construir a Igreja, conformando as comunidades na fé e na vivência do Evangelho;
  • A promoção integral da pessoa humana, o que implica a defesa da vida em todas as suas formas: a) A VIDA HUMANA em perigo, diante da lógica de exploração e a violência, o que exige a defesa dos povos indígenas, dos seringueiros, das populações ribeirinhas; b) A BIODIVERSIDADE ameaçada de extinção causada pelo desmatamento desenfreado, trazendo desequilíbrios ambientais e sociais e, a biopirataria de material genético e do extravio do conhecimento ancestral das populações nativas para as mãos dos laboratórios estrangeiros; c) O grande patrimônio nacional da FAUNA, FLORA e da ÁGUA, fontes naturais de vida., o que exige a atenção à Ecologia para preservar o meio ambiente.

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários

Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com a terceira pessoa. Campos obrigatórios marcados como * *

Share This