Quem Somos: Ecumenismo

Desde 1966, a Dimensão Ecumênica começou a fazer parte do Plano de Pastoral de Conjunto da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, com algumas variantes. Nas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil de 1995 surgem as Exigências Intrínsecas da Evangelização: serviço, diálogo, anúncio e testemunho de comunhão. Na Assembléia Geral da CNBB de 2003, com o novo Estatuto, foram criadas as Comissões Episcopais de Pastoral. A Comissão para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-religioso é uma das dez Comissões.

Objetivo Geral

Promover o Ecumenismo e o Diálogo Inter-religioso na Igreja Católica no Brasil, à luz das orientações do magistério eclesial, em atenção à pluralidade religiosa do país.

Objetivos específicos:

  • Promover o diálogo ecumênico e inter-religioso nos níveis regional e nacional.
  • Estimular as “comissões bilaterais” existentes e estimular a criação de novas Comissões ou Grupos de diálogo.
  • Apoiar encontros e assembléias das Comissões Bilaterais.
  • Organizar o encontro anual dos Bispos referenciais para o Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso e dos Assessores dos Regionais, da CNBB.
  • Organizar o encontro anual de formação de Professores e Responsáveis pelo Ecumenismo e o Diálogo Inter-religioso nos institutos e faculdades teológicas.
  • Implementar consultorias e outros projetos em parceria com a Casa da Reconciliação, a CESE (Coordenadoria Ecumênica de Serviços) e outros organismos ecumênicos.
  • Motivar os Regionais e as Dioceses para celebrar a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos.
  • Colaborar com as demais Comissões da CNBB, em iniciativas que eduquem para a paz, o diálogo e a colaboração entre Confissões cristãs e demais credos, no quadro dos direitos humanos e da liberdade religiosa.
  • Apoiar os Regionais e as Dioceses na organização de Comissões de Diálogo, conforme a realidade religiosa regional e local.
  • Atuar em sintonia com o Setor de Ecumenismo do CELAM, o Pontifício Conselho para a Unidade dos Cristãos e o Pontifício Conselho para a Cultura e o Diálogo Inter-religioso.
  • Atuar em sintonia com o CONIC (Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil).
  • Responder às demandas da CNBB em campo ecumênico e inter-religioso.

Documentos para o diálogo com as Confissões cristãs

  • Decreto conciliar Unitatis redintegratio (1964), UR
  • Diretório Ecumênico da Santa Sé (1993), DE
  • Encíclica Ut unum sint (1995), UUS
  • A dimensão ecumênica na formação dos que trabalham no ministério pastoral (1998), DEF

Documentos para o diálogo com as Religiões

  • Declaração conciliar Nostra aetate (1965), NA
  • Declaração conciliar Dignitatis humanae (1965), DH
  • Orientações e sugestões para a Aplicação da Declaração conciliar Nostra aetate n. 4 (1974), ANA
  • Notas para a correta apresentação dos judeus e do Judaísmo na Pregação e na Catequese da Igreja Católica (1985), JPC
  • Documento Diálogo e anúncio (1991), DA
  • “Nós recordamos” – uma reflexão sobre a Shoah (1998), NR
  • O povo Judeu e suas Escrituras na Bíblia cristã (2002), JEB

Organização da Comissão

Grupo de Reflexão Ecumênica e Diálogo Interreligioso:

GREDIRE

Centro de Diálogo Ecumênico e Inter-Religioso da CNBB:

Casa da Reconciliação

Participações Ecumênicas:

CONIC CESEMOFICCELMUENCRISTUS

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários

Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com a terceira pessoa. Campos obrigatórios marcados como * *

Share This