Regional Nordeste 5 realiza I Encontro do Setor Família

No dia 25 de agosto a diocese de Viana (MA), sediou o I Encontro do Setor Família. O encontro de formação foi promovido pela Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), juntamente com os agentes diocesanos da Pastoral Familiar.

No primeiro momento do encontro, o assessor do Regional, padre Marcelo Pepin, juntamente com o casal coordenador estadual da Pastoral Familiar, Arcelino Nascimento Filho e Vera Lúcia Marvão, acolheram os diocesanos presente. O padre Marcelo deu ênfase ao “Espírito de Deus na Igreja e na Família”.

Após as saudações, o assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da CNBB, padre Wladimir Porreca, falou sobre acolhimento para casais em segunda união, chamando a atenção para a prioridade da primeira união. “Para a igreja, o modelo de família é a Sagrada Família de Nazaré, sendo assim, a primeira união sempre será o nosso modelo de família, mas não devemos deixar de olhar para os casais que não foram bem sucedidos em seu matrimônio.”

O assessor também falou sobre a misericórdia em acolhermos os casais em segunda união para o trabalho missionário. “Eles podem comungar da palavra de Deus que liberta e conforta a todos, entretanto, respeitando as orientações da igreja, como a comunhão do Corpo de Cristo”, disse.

Padre Wladimir ainda advertiu para o anúncio da beleza do matrimonio, “do ser família, do ter filhos, e quando se for trabalhar a segunda união, nunca falar do que não pode, e sim daquilo que pode contribuir no processo da evangelização”, afirmou. “Misericórdia, verdade, salvífico, batismo e eclesial”, citou o padre como os princípios que devem nortear a vida do cristão.

O casal coordenador da Pastoral Familiar Tico e Vera apresentou um trabalho que pode ser aplicado aos casais de segunda união. Na oportunidade, as dioceses apresentaram seus trabalhos realizados, posteriormente, houve um momento para troca de experiência entre os diocesanos. Os movimentos que estavam presentes também falaram um pouco de suas linhas de atuações.

Em outro momento, padre Wladimir falou a todos os diocesanos e movimentos presentes, sobre o trabalho em conjunto. “Há a necessidade de nos organizarmos para atingirmos com mais eficácia os objetivos em beneficio da família, constituindo as associações de família civilmente reconhecida com CNPJ, fomentando projetos com objetivo de agregação para mudar a realidade da família melhorando a qualidade de vida”.

Como sugestão para aprimorar o trabalho em prol da família, o assessor pediu que a pastoral se empenhasse em “anunciar a boa nova”. “Vamos nos organizar para criar associações de família, comissão da vida, Pastoral de Família, site, Hora da Família, e oração em favor dos Padres”.

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários

Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com a terceira pessoa. Campos obrigatórios marcados como * *

Share This