Regional Sul 2 envia materiais para missão em Guiné Bissau

Voluntários da Missão Católica Beato Paulo VI fizeram, na quarta-feira, 25, o carregamento do primeiro contêiner de materiais que será enviado à Guiné Bissau. As doações de materiais de construção, ferragens, máquinas, eletrodomésticos, colchões, roupas e outros objetos seguiram de Ponta Grossa (PR) para o porto de Paranaguá (PR). De navio, o contêiner segue até o país africano e tem previsão de chegada em meados de abril.

O transporte dos materiais, de acordo com o secretário executivo do regional Sul 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), padre Mário Spaki, deve-se à pouca oferta de energia elétrica no local e à necessidade de importar produtos industrializados da Europa, o que seria mais caro.

Está previsto o envio de novos contêineres com materiais, a fim de viabilizar a conclusão da casa dos missionários e a construção da Igreja, da escola e de um posto de saúde ou pequeno hospital, atendendo ao propósito da missão nos âmbitos da evangelização, educação e saúde.

Missão Beato Paulo VI

O projeto missionário teve início em outubro de 2014. É uma parceria entre o Conselho Missionário do regional Sul 2 e o bispo da diocese de Bafatá, na Guiné Bissau, dom Carlos Pedro Zilli. Por meio do envio de missionários, o projeto busca ajudar a diocese africana nos trabalhos de evangelização, alfabetização e na área da saúde. 

Em dezembro de 2014 foi concluída a primeira etapa da iniciativa. Na ocasião, os diáconos permanentes Pedro Avelino Lang e Metódio Retexin e o missionário leigo Odaril José da Rosa atuaram na construção de uma residência para os missionários e participaram de atividades pastorais da paróquia Santa Cruz de Buba. 

Com informações e fotografia do regional Sul 2 da CNBB

 

 

 

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários

Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com a terceira pessoa. Campos obrigatórios marcados como * *

Share This