Retiro dos assessores da CNBB reflete sobre o sentido de Deus à vida

Os assessores da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) estão reunidos desde segunda-feira, 05 de fevereiro, na Casa de Encontro Cor Jesu, nas imediações de Santo Antônio do Descoberto, em Brasília (DF) para um retiro pregado pela irmã Maria da Lourdes Correia Lima, da Associação Cristo Esplendor da Glória do Pai, do Rio de Janeiro. O encontro conta com a supervisão dos padres Danilo Pinto, da Comissão para a Cultura e Educação e Antonio Marcos Depizzoli, da Comissão para a Animação Bíblico-Catequética.

Na foto, a irmã Maria da Lourdes, pregadora do retiro. Crédito: Padre Danilo Pinto

Com o tema “Sentido de Deus na nossa vida”, os assessores têm realizado meditações e desenvolvido momentos de espiritualidade e partilha. Para padre Danilo a experiência tem sido muito boa, principalmente por estar em comunhão com os colegas assessores. “A ocasião permitiu que todos pudessem refletir, a partir do tema proposto, sobre como a história vocacional se confundiu com os rumos da ação evangelizadora da Igreja no Brasil, e como esses rumos são assumidos historicamente, no tempo de serviço à CNBB”, explicou.

As reflexões foram variações do tema central, nas situações de sofrimento, na vida de fé, no exercício do sacerdócio, comenta padre Danilo. 

De acordo com a irmã Maria da Lourdes Correia Lima, pregadora do retiro, o encontro aprofundou a riqueza que o Antigo Testamente traz do sentido de Deus na vida de cada um, ressignificando-o para o Novo Testamento e para a vida pessoal e comunitária. As atividades terminam na quarta-feira, 07, logo após a missa de encerramento do encontro. Na sequência, no dia 08, os assessores retornam às atividades na sede da CNBB, na Asa Norte, para a primeira reunião do ano do Grupo de Assessores (GA).

Frente de trabalho

O grupo dos assessores realiza, durante o ano, intenso trabalho de acompanhamento da pastoral nas dioceses de todo o Brasil a serviço dos bispos que compõem as Comissões Episcopais Pastorais. Convidados pelas lideranças de pastoral, eles contribuem com a formação no campo da Liturgia, da Ação Missionária, da Missão Continental, do empenho pastoral em torno da Juventude, da Comunicação, da Cultura, do Serviço para a Caridade, a Justiça e a Paz. Servem também na área da animação Bíblico-Catequética, dos Ministérios Ordenados e da Vida Consagrada. Apoiam os bispos por meio de respostas às consultas à Doutrina da Fé e animam as iniciativas do Laicato.

As Comissões Especiais também têm assessores designados para ajudar os líderes de pastoral de todo o país. Animados pela Secretaria Geral da Presidência da Conferência, o grupo também conta com a participação do assessor de política, de Imprensa e do coordenador executivo da Campanha da Fraternidade.

Share This