Simpósio em Belém discute a Amazônia

“A Amazônia que temos e a Amazônia que queremos” foi o tema do 2º Simpósio realizado em Belém (PA) nos dias 27 a 29 de outubro, encontro que contou com a presença de 80 pessoas das pastorais, representantes de dioceses, religiosos e da Cáritas do Regional Norte 2 da CNBB (Pará).

A assessora da Comissão Episcopal Pastoral para a Amazônia da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) irmã Maria Irene Lopes, juntamente com o diretor nacional das Pontifícias Obras Missionárias (POM), padre Camilo Pauletti, participaram do Simpósio.

irene_simposio“A Amazônia sofre por causa de um modelo econômico que privilegia o lucro acima da vida do povo e do respeito à natureza: desmatamento, queimadas, agronegócio, madeireiras e mineradoras.
Os grandes projetos são decididos fora da Amazônia, visando interesses que não beneficiam os amazônidas. É urgente analisar as consequências desses projetos”, sublinhou irmã Irene sobre a importância das discussões no Simpósio. Ela também apresentou os projetos da Comissão para o quadriênio (2011-2015).

Ainda no Simpósio houve discussões, troca de ideias, perspectivas que ajudam a elaborar, aprofundar e sistematizar a reflexão em torno de um determinado tema. “A degradação humana e ambiental” foi o destaque do evento que contou também com palestras, mesas de debate e plenárias. O professor da Universidade Federal do Pará (UFPA) Romero Ximenes desenvolveu o seguinte tema: “A trajetória do desenvolvimento na Amazônia”, no âmbito econômico, social e político”.

camilo_simposioOs também professores da UFPA, Tarso e Marize, e o padre Raimundo Possidônio, conduziram a segunda mesa cujo tema foi “Desafios para a Igreja e os Movimentos Sociais”.

O diretor das POM, padre Camilo Pauletti, apresentou um vídeo sobre o projeto missionário da Igreja do Brasil no Haiti e sobre o mês missionário com foco na Amazônia e destacou a importância das pessoas valorizarem a dimensão missionária ad gentes (além-fronteiras).

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários

Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com a terceira pessoa. Campos obrigatórios marcados como * *

Share This