Um mundo com Deus

Você pode imaginar um mundo sem Deus?  Onde o final da existência é a morte e nada mais? Bem melhor é viver no mundo onde Jesus oferece a ressurreição e uma vida eterna na qual um dia Deus será tudo em todos. Esta boa nova os cristãos anunciamos em nome do cristianismo (1 Cor 15, 28).

Hoje tudo é instantâneo, rápido, sem grande preocupação pelos valores da tradição. Neste turbilhão muitos valores caem no esquecimento. O consumismo e a busca de facilidades substituem a herança histórica. A aparência é salva, os aplausos são indispensáveis, a religião vira espetáculo!

O discípulo de Cristo é convidado a anunciar Jesus Cristo, morto e ressuscitado por nós. Vem a propósito a advertência de Bento XVI: “Sem Cristo não há luz, não há esperança, não há amor, não há futuro” (DA, 146).

Nem nos faltam as tentações de sempre: A inveja mobiliza as forças negativas!

O apego ao dinheiro, que levou Judas a entregar o Mestre por 30 denários, paralisa pessoas de bem no seu testemunho.

A ira azeda o coração e o cotidiano de cristãos desatentos e os leva à vingança.

A soberba é arrogante, presunçosa e busca o poder, o comando, perdendo de vista o serviço ao bem comum.

A maledicência e o ódio matam o próximo, destroem a boa fama, “em nome da verdade”, como dizem!

Jesus oferece o perdão. O perdão, recebido ou dado, libera as energias interiores e deixa fluir as intuições arcanas. A capacidade de construir e reconstruir um mundo de paz, de primado do amor.

A Palavra de Deus, lida e meditada, atrai a pessoa a buscar a vontade de Deus. Os sacramentos da Igreja tendo como ápice a Eucaristia, são antídotos aos vícios.

Uma vida com Deus, amado e seguido por amor, deixa o cristão seguro e feliz. E o torna testemunha do Evangelho de Jesus.

Dom Aloísio Sinésio Bohn

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários

Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com a terceira pessoa. Campos obrigatórios marcados como * *

Share This